A viagem até ao alto do Colcurinho já é deslumbrante. A paisagem seduz o olhar, embora a condução tenha de ser atenta porque a estrada é muito estreita, repleta de curvas e os últimos quilómetros assemelham-se a uma rampa.

Monte do Colcurinho
créditos: andarilho.pt

Subimos para além das eólicas. O Monte do Colcurinho tem a forma de um cone, e depois é difícil seguir a orientação, são tantas serras e povoações.

Monte do Colcurinho
créditos: andarilho.pt

Nas proximidades, na serra do Açor, começámos à procura de Piódão, Foz d’Égua, Vale Maceira, Chão Sobral, Aldeia das Dez...

Basílio Martins, que encontrei no Santuário da Senhora das Preces, em Vale de Maceira , deu-me as orientações para lá chegar, acrescentando mais aldeias, “Gramaça fica na estrada principal que vai para o Piódão e para o Colcurinho. Pertence ao concelho de Oliveira do Hospital. No fundo fica o Porto Silvado que pertence a Arganil. Não é muito distante mas já é de Arganil, da freguesia de Pomares.

Monte do Colcurinho
créditos: andarilho.pt

As aldeias são povoados minúsculos que se aninham na proteção das encostas ou nos vales mais distendidos.

Monte do Colcurinho
créditos: andarilho.pt

Visto do alto do Monte do Colcurinho, é interessante o efeito dos caminhos e das estradas na paisagem. Riscam o verde aveludado das serras do Açor, Lousã, Montemuro, Estrela e Caramulo. A vista do lugar onde está uma capela é de 360 graus e a paisagem varia muito em função dos ventos, da humidade e dos incêndios.

Monte do Colcurinho
créditos: andarilho.pt

Mas, daqui, do “cabeço”, como chamam os locais, o olhar para todos os pontos cardeais perde-se no infinito. “Vê-se o mar, do lado da frente, do lado esquerdo do Caramulo quando céu está límpido. Do lado de trás, da capela, vê-se as torres da serra, depois há um vale e vê-se uma serra de Espanha, Penha de Francia, vê-se até à serra de Montemuro, Viseu e, depois para o outro lado, vemos a serra da Lousã. Consegue-se ver o país de um lado ao outro. De Espanha até ao mar, à região da Figueira da Foz.”

Monte do Colcurinho
créditos: andarilho.pt

Como refere Basílio Martins, a vista que se alcança não é de admirar porque estamos num dos pontos mais altos da serra do Açor. “O alto do Monte do Colcurinho está a 1242 metros de altitude, pertence a Oliveira do Hospital. Há um outro monte mais atrás, continua a ser do distrito de Coimbra, mas pertence ao concelho de Pampilhosa da Serra, chamado o Picoto Cebola que se vê por trás do Piodão e Chãs d’Égua. Tem mais cento e tal metros que o Monte do Colcurinho.”

Monte do Colcurinho
créditos: andarilho.pt

O alto do Monte do Colcurinho está igualmente associados aos caminhos da fé. A capela é dedicada a Nossa Senhora das Necessidades, é de xisto, como também uma escadaria.

Monte do Colcurinho
créditos: andarilho.pt

Na romaria anual, em junho, “ do alto do Colcurinho a Virgem abençoa os povos da Beira e Portugal Inteiro” e depois da missa há uma procissão que dá a volta à capela. Apoiada numa rocha encontra-se uma cruz de pedra com a inscrição Apareseu aqui N. Sª das Preses. Ano de 1371.

Monte do Colcurinho
créditos: andarilho.pt

“A capela pertence a este Santuário, da Nossa Senhora das Preces, e está lá a imagem de Nossa Senhora das Necessidades. É lá que começa a história do Santuário, no século XIV. Narra a lenda que aparece uma imagem de Nossa Senhora das Preces. No ano de 1371. Essa imagem foi depois deslocada para a igreja da Aldeia das Dez. depois trouxeram-na para capela deste lugar, de Vale de Maceira.

Monte do Colcurinho
Igreja no Santuário de Senhora das Preces créditos: andarilho.pt

É uma capela que está dentro da igreja. Posteriormente puseram a Nossa Senhora das Necessidades no Monte do Colcurinho.” O Monte do Colcurinho e o Santuário onde Basílio Martins refere os visitantes são lugares de culto mas já tiveram mais fieis.

Monte do Colcurinho
Painel noutro miradouro a caminho de Aldeia das Dez créditos: andarilho.pt

“Antes de Fátima chamavam aqui a Fátima das Beiras. Ali está uma fotografia com dezenas de autocarros nos anos 60. A grande romaria é aqui e depois as pessoas peregrinam lá acima, ao Colcurinho, algumas a pé. Lá faz-se uma festa que é no domingo do Espirito Santo. Primeiro era no domingo de Espirito Santo, depois mudaram para o primeiro domingo de Julho. Nos anos sessenta houve um incêndio em que ardeu a capela do Colcurinho . A nova capela foi inaugurada em 1982. A partir dessa data ficaram a fazer uma festa nesse dia.”

Monte do Colcurinho
Santuário de Senhora das Preces créditos: andarilho.pt

O bonito santuário de Nossa Senhora das Preces fica no caminho para a aldeia do Colcurinho que terá dado o nome ao monte. O beirão vem aqui em nome da fé, alguns sobem ao Colcurinho, como diz Miguel Torga, “para cantar na Senhora das necessidades a canção do seu destino, ingreme como as encostas onde cultiva a esperança.”

Monte do Colcurinho
créditos: andarilho.pt

Miradouro do Alto do Colcurinho tão alto como o voo do Açor faz parte do programa da Antena1 Vou Ali e Já Venho, e a emissão deste episódio pode ouvir aqui.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.