Celas, corredores, escadarias, todo o espaço foi contagiado por várias expressões artísticas. Também nas visitas o olhar curioso substitui o lamento ou a resignação dos antigos reclusos, distribuídos em 11 celas, e de reclusas em 4 celas. A expectativa dos visitantes é grande.

LAC
©LAC

Segundo Nuno Pereira, diretor do LAC, Laboratóio de Atividades Criativas, “é a curiosidade sobre o que está dentro da cadeia, que projetos se podem realizar.

LAC
©LAC

A reação comum ao chegarem é de surpresa ao verem como o espaço foi conservado, com a sua arquitetura e as celas iguais e, por outro lado, com todas as atividades que se fazem no interior."

LAC
©LAC

A LAC gere o espaço desde 2001. A antiga Cadeia Comarcã de Lagos serve também de acolhimento a artistas nacionais e estrangeiros que transformam as celas em ateliers. “Esta dicotomia entre um espaço de reclusão/prisão versus liberdade/criatividade é também um dos elementos que motiva os artistas a virem para cá trabalhar.”

LAC
©LAC

As paredes brancas e altas, são suporte de murais. O corredor e a escadaria de acesso a algumas das celas no primeiro piso dão profundidade aos trabalhos plásticos. A pouca luz natural ganha vida com as cores das pinturas e esculturas.

Por vezes, as paredes entre as portas das 15 celas transformam-se em galeria de arte ou em experiências que os artistas desenvolvem nos ateliers, no interior das celas. que deixaram de ter grades. “Só permanecem na solitária. É o único espaço que não foi modificado. Por vezes é utilizado para atelier e exposições.”

LAC
©D. G. Reinserção e Serviços Prisionais - Divisão de Documentação e Arquivo

O edifício é de meados do século passado e destinava-se a reclusos preventivos e condenados a penas de prisão mais leves.

A fachada é institucional, mas espelha já a dicotomia que se vive no interior, com uma estátua em pedra e vários murais em volta do pequeno jardim.

LAC
©LAC

Nuno Pereira diz que é um edifício icónico e têm muitas visitas. “Fazemos visitas guiadas com grupos. Depois, qualquer pessoa pode visitar, percorrer os ateliers, ver os artistas que estão a trabalhar naquela altura e também estamos disponíveis para prestar qualquer informação especifica sobre algum projeto artístico.”

Há ainda atividades muito diversas que passam pela música, worshops e exposições.

LAC
©LAC

Antiga cadeia de Lagos é um espaço de liberdade criativa faz parte do programa da Antena1 Vou Ali e Já Venho e a emissão deste episódio pode ouvir aqui.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.