Espreitamos do gradeamento metálico e só vemos ossos.

Capela dos Ossos de Alcantarilha
créditos: andarilho.pt

Por vezes, costuma estar um Cristo crucificado, mas na minha visita nem isso. Apenas uma série de crânios alinhados que desenham o altar.

A entrada na Capela dos Ossos de Alcantarilha é por uma porta com arco perfeito, tem um frontão e a capela fica no extremo sul da igreja de Nossa Senhora da Conceição.

Capela dos Ossos de Alcantarilha
créditos: andarilho.pt

A construção é do século XVI. Quando da minha visita não havia mais pessoas. Do outro lado da estrada principal é que encontrei mais gente, na Sociedade Recreativa Alcantarilhense onde costumam perguntar pela localização da capela dos ossos.

Capela dos Ossos de Alcantarilha
créditos: andarilho.pt

Conta Joaquim Neto que quando atravessa o largo do Ossário não perde muito tempo. “Passamos por ela e preferimos não espreitar para dentro da capela dos ossos”.

Os locais ficam no largo, na conversa nos bancos de madeira ou, alguns, vão para a Sociedade Recreativa que tem 85 anos e é hoje local de convívio.

Capela dos Ossos de Alcantarilha
créditos: andarilho.pt

“Ao fim de semana costuma estar cheia. Tem mais clientes que a capela dos ossos. Enquanto não vão para a última morada preferem vir para aqui.”

Capela dos Ossos de Alcantarilha
créditos: andarilho.pt

Na altura estavam a testar os sinos da igreja. “Os sinos estiveram a arranjar. A parte de madeira estava velha e com o risco de cair.”

Os sinos estão num campanário muito alto colado à igreja que merece também uma visita.

Capela dos Ossos de Alcantarilha
créditos: andarilho.pt

O interior é de três naves, com teto de madeira. Mistura arte sacra barroca e de estilo manuelino. Destaca-se a capela-mor e também o batistério num nicho com azulejos.

Está classificada como Imóvel de Interesse Público.

Capela dos Ossos de Alcantarilha
créditos: andarilho.pt

Capela dos Ossos de Alcantarilha – “passamos por ela e preferimos não espreitar” faz parte do programa da Antena1 Vou Ali e Já Venho e a emissão deste episódio pode ouvir aqui.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.