As duas jovem experimentava a atração Extreme Swing, semelhante a um banco, a 2 mil metros de altura e com vista para o desfiladeiro Sulak, na região do Daguestão, na Rússia, quando o acidente ocorreu.

Num vídeo publicado nas redes sociais é possível ver o momento em que a corrente do baloiço se parte e as mulheres caem da falésia.

As duas mulheres sobreviveram à queda ao caírem numa pequena plataforma de madeira poucos metros abaixo da falésia. Após a queda, foram retiradas da plataforma por familiares e amigos, tendo sofrido apenas alguns hematomas e arranhões.

O Ministério do Turismo do Daguestão afirmou que o baloiço "não atendia aos padrões oficiais de segurança". As autoridades decidiram retirar todos os baloiços na beira de penhascos na zona, para maior segurança dos visitantes. Uma investigação está em andamento sobre os organizadores e os padrões de segurança que foram incrementados na época.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.