Mardi Gras – Nova Orleães, EUA

O Mardi Gras, ou Fat Tuesday, tem as suas raízes nas tradições europeias dos séculos XVII e XVIII dentro da Casa de Bourbon. Longe vão os tempos em que o Mardi Gras era uma festa de carnaval para poucos privilegiados. Hoje, é uma roda-viva de pessoas de todas as idades que tomam as ruas em números cada vez maiores. Quanto ao outfit, vale tudo. Não tenha vergonha na hora de ostentar o mais obscuro e peculiar disfarce de carnaval. Leve uma mochila para carregar tudo, incluindo as missangas e copos que são atirados pelos barcos devidamente decorados que vão passando pelo desfile.

Mardi Gras
Mardi Gras créditos: DR

Carnevale di Venezia – Veneza, Itália

Veterano de ouro da lista, o carnaval de Veneza tem as suas raízes, dizem, na celebração pela República de Veneza da vitória sobre o Patriarca de Aquileia em 1162. As festividades evoluíram bastante desde então, mas a tradição de usar máscaras continua como uma componente central. Estas máscaras de porcelana tornaram-se sinónimo de festa de carnaval em todo o mundo. Dizem também que foram usadas originalmente como revolta contra a hierarquia de classes no século XIII. Escolha uma máscara de entre variadas opções, como a Bauta, a Colombina e ou o Medico della Peste, para depois sair às ruas e canais para ter uma experiência única de Veneza.

Carnaval de Veneza
Carnaval de Veneza créditos: DR

Carnaval de Santa Cruz de Tenerife – Tenerife, Ilhas Canárias, Espanha

Tenerife é sede de inúmeras festas o ano inteiro, mas nenhuma delas chega perto da sua famosa festa de carnaval. Considerada a segunda festa de carnaval mais popular do mundo, depois do carnaval do Rio de Janeiro, o Carnaval de Santa Cruz de Tenerife toma conta da capital das Canárias com os seus banhos de cores há vários séculos. A cidade torna-se numa grande e colorida festa durante 15 dias de pura extravagância, incluindo uma festa de gala para eleger a rainha do carnaval, disfarces de carnaval, marchas satíricas e desfiles boémios. Enquanto estiver em Tenerife, prove a comida local e, se passar por mais territórios espanhóis, aproveite para fazer o mesmo.

Carnaval de Santa Cruz de Tenerife
Carnaval de Santa Cruz de Tenerife créditos: DR

Carnaval de Colónia – Colónia, Alemanha

Embora a temporada de carnaval de Colónia (carinhosamente chamada de “quinta estação”) tenha início oficialmente antes, o principal evento acontece mesmo a cada mês de fevereiro. Comece a desfrutar da festa de carnaval de Colónia com o Carnaval das Mulheres, quando as habitantes da cidade levam trajes de festa para trabalhar, seguido de bailes de máscaras e festas à noite. A festa de carnaval conta com mais celebração e animação durante os fins de semana, atingindo o auge na parada da Segunda de Rosas (também conhecida como Segunda de Carnaval). A marcha por Südstadt (a parte sul de Colónia) inclui uma variedade de carros alegóricos feitos a partir de objetos como caixas de chocolates e doces, entre outros, que fazem a alegria das massas.

Alemanha
Carnaval de Colónia créditos: AFP

Carnaval do Rio – Rio de Janeiro, Brasil

A joia da coroa entre os muitos carnavais do mundo é certamente o Carnaval do Rio de Janeiro. A festa de carnaval, que tem as suas origens em 1723, atrai mais de dois milhões de pessoas por dia. Os mais de 200 blocos e escolas de samba tomam conta das ruas da Cidade Maravilhosa até às tantas. Tente conseguir um dos disputados bilhetes para o Sambódromo da Marquês de Sapucaí para ver os mais famosos desfiles do mundo ou, se preferir algo mais descontraído, junte-se a um dos blocos que tomam conta dos bairros da metrópole. Mas nem só do Rio vive o Carnaval do Brasil: aproveite para dar uma vista de olhos a alguns dos melhores carnavais do Brasil.

Carnaval do Rio – Rio de Janeiro, Brasil
Carnaval do Rio de Janeiro créditos: DR

Carnaval de Oruro – Oruro, Bolívia

O que já foi uma celebração indígena é hoje uma festividade com uma forte conexão com o simbolismo religioso na forma da Pachamama (Mãe Terra) e Tio Supay (Deus do submundo). Estes dois ícones são o pano de fundo do festival, que conta com o ritual conhecido como “dança dos demónios”, a La Diablada, que representa o triunfo do bem contra o mal. Com desfiles temáticos de grande variedade de mitos folclóricos, lendas e tradições curiosas, este carnaval é daqueles que conseguem distorcer as normas do quotidiano. Descanse da folia passando uns dias extra na Bolívia, com os desertos de sal, lagos e paisagens encantadoras à sua disposição.

Carnaval de Oruro
Carnaval de Oruro créditos: DR

Carnaval de Binche – Binche, Bélgica

A UNESCO classificou a festa de carnaval de Binche como “uma obra-prima da herança oral e intangível da humanidade” em 2003, um testamento da sua personalidade única. É verdade que a Bélgica sedia diversos carnavais durante o mesmo período, mas Binche destaca-se com seus artistas obscuros (conhecidos como Gilles), eventos onde se atiram laranjas (sinal de boa sorte) e outras práticas curiosas. Há divergências sobre a origem desta festa de carnaval. Uma das teorias mais populares diz que um dos Gilles do século XIV era descendente Inca e usava um disfarce cuja aparência exótica ganhou popularidade entre os habitantes. Isso ajuda a explicar os imensos chapéus de penas usados pelos Gilles de hoje… ou não.

Carnaval de Binche
Carnaval de Binche créditos: DR

Carnaval de Nice – Nice, França

Seis desfiles de carnaval, 17 carros alegóricos e milhares de dançarinos e músicos de todo o mundo – a festa de carnaval de Nice é uma festa animada e vibrante, cheia de herança cultural. Não deixe de ver também a batalha das flores (Bataille de Fleurs) por lá. A elegante parada reúne inúmeras caravanas cobertas de flores pelas ruas, criando uma paisagem encantadora para quem assiste. Quem apanhar os buquês atirados dos carros tem garantia de boa sorte na vida!

Carnaval de Nice
Carnaval de Nice créditos: DR

Sugestões: Civitatis

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.