Elegância, beleza e história

Não há melhor forma para descrever Opatija. É uma cidade elegante, bonita e com história. Com uma longa tradição turística, que remonta a meados do século XIX, é a estância turística do Adriático por excelência. É em Opatija que se encontra o primeiro hotel da costa adriática: o então Hotel Quarnero e atual Hotel Kvarner, construído em 1884. Basta um passeio pela cidade para reconhecer o seu magnífico passado. Villa Angiolina, Igreja de São Jacob, o Open Air Summer Theater, a Foutain Helios and Selena e o Passeio de Fama são apenas algumas das atrações que deve visitar. E se quiser sentir um pouco da atmosfera da Belle Époque, considere um dos hotéis históricos.

Praia no verão ou romance no inverno

Croácia, um país jovem com uma alma antiga
Croácia, um país jovem com uma alma antiga
Ver artigo

Existem razões para visitar Opatija durante todo o ano. Tudo depende do que procura e gosta de fazer. Se viaja à procura de sol e para fazer praia, o melhor será visitar Opatija entre junho e setembro. A época alta, entre maio e setembro, é também uma boa altura para quem gosta de festas, contudo, tenha em conta que este não é o destino mais "in" para vida noturna.

Embora situada na costa e conhecida como o “balnear croata”, Opatija tem mais para oferecer, o que faz com que seja apetecível fora da época alta. Há a gastronomia, os vinhos, os jardins, a arquitetura, os spas e os vários eventos que se realizam na cidade como o Festival de Chocolate, que acontece em dezembro. O inverno é a altura ideal para sentir a atmosfera romântica da cidade.

Saiba o que fazer em Opatija

Porque deve cuidar de si 

De um lado a montanha Ucka, do outro o mar. Tem paisagens de cortar a respiração, que também acalmam o espírito e um ar puro que dizem fazer bem à saúde e curar a melancolia. Opatija é também um retiro de spa ideal graças aos seus fatores naturais e à sua tradição centenária.

Para além de ter sido declarada estância balnear em 1889, também se tornou no primeiro resort de saúde do Adriático. Na altura, quem procurava relaxar e tranquilidade sabia onde refugiar-se: em Opatija. Apesar dos tempos terem mudado, os ideais mantiveram-se.

Faça um passeio pelo Park Angiolina, onde poderá apreciar várias espécies de plantas. Entre elas encontrará o louro, planta medicinal, que em conjunto com o ar impregnado de gás aerossol, contribui para o turismo de saúde da cidade.

Os eternos fins de tarde

Se gosta de “esplanadar” vai deliciar-se com Opatija. A cidade é também conhecida pelos seus cafés e esplanadas. Vai querer com certeza sentar-se numa destas esplanadas e apreciar o meio ambiente.

Ótima localização

Se visitar Opatija não lhe basta, tire proveito da sua localização geográfica. Opatija fica a cerca de 200 km de Zagreb, a capital da Croácia. Pode alugar um carro em Zagreb e partir à descoberta da costa croata passando por Opatija. É também possível chegar facilmente a Opatija a partir de outras cidades europeias. Trieste, cidade italiana, fica a 110 quilómetros, enquanto que Veneza, também italiana, a 250 quilómetros. Milão (Itália), Vienna (Áustria) e Munique (Alemanha) ficam a cerca de 500 quilómetros.

*O SAPO Viagens viajou a convite da Croatia Airlines e do Turismo da Croácia. 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.