É em Harbin, na China, que existe o maior festival de gelo e neve no mundo. No início - a primeira edição foi em 1985 -, os participantes do evento eram maioritariamente de nacionalidade chinesa, mas a aceitação foi tanta que acabou por tornar-se um festival internacional.

A edição do ano passado ficou marcada pelo encerramento prematuro do parque devido a temperaturas mais quentes do que o habitual, tendo ficado apenas pela marca de 1 milhão de visitantes, quando, em 2018, recebeu mais de 18 milhões.

Agora, na sua 36.ª edição, e até 29 de fevereiro, os visitantes deparam-se com um recinto de 600 mil metros quadrados de área e 110 mil metros cúbicos de neve, onde esculturas de todos os tamanhos, criadas por artistas de 12 países, tornam este lugar mágico. Tudo isto com temperaturas a rondarem os 35 graus negativos.

Harbin fica no nordeste da China e quase ao longo de um mês, a cidade fica em festa, com, por exemplo, mais de dois mil bonecos de neve construídos ao longo do rio. Contudo, é no recinto - dividido em quatro grandes aéreas - que acontece a magia, digna do reino de ‘Frozen’.

Aqui encontrará mais de mil esculturas de gelo de grande escala, alguns a imitar os edifícios do Palácio e a Grande Muralha da China. De noite, a iluminação colorida deixam as obras repletas de cores.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.