Se gosta de flores e jardins, estas cidades têm para lhe oferecer alguns dos mais belos jardins botânicos do mundo.

Londres: descubra 500 anos de horticultura britânica em Kew

Com o National Flower Show e RHS Chelsea Flower Show na cidade em maio de 2019, Londres pode ser uma boa opção para ver as mais diversas espécies de flores. Os entusiastas devem seguir diretamente para o Património Mundial da UNESCO, o Royal Botanic Gardens, em Kew, que abriga mais espécies nos seus 132 hectares do que qualquer outro jardim no mundo. Trace a história botânica de Kew até o século XV e explore as suas estufas e galerias vitorianas restauradas, todas a menos de 30 minutos de comboio do centro de Londres.

Paris: Siga os passos de Luís XIV no Palácio de Versalhes

Património Mundial da UNESCO, o Palácio de Versalhes é um dos maiores e mais opulentos castelos do mundo - e os seus jardins são os maiores do género na Europa. Com 101 hectares, os Jardins do Palácio foram criados no século XVII sob o comando de Luís XIV e levaram 40 anos até serem concluídos, graças aos seus complexos caminhos geométricos paisagísticos e relva bem cuidada, que complementam perfeitamente a arquitetura impressionante do próprio Palácio. Certifique-se de parar nas fontes de Apolo e Latona para admirar as estátuas de mármore.

palácio versalhes
créditos: Pixabay

Amesterdão: Faça uma visita guiada pelas Tulipas de Keukenhof

Até 19 de maio, os visitantes da capital holandesa, Amesterdão, podem fazer uma excursão de autocarro até Keukenhof, a principal região de tulipas da Holanda, com o Amsterdam Pass. Esta região é o lar de mais de um milhão de bulbos de flores, de tulipas e jacintos a narcisos e outras flores de primavera. Uma visita guiada irá levá-lo através do parque, ao longo de 15 quilómetros de trilhos através de 32 hectares de jardins coloridos, incluindo o jardim paisagístico Inglês, jardim japonês e jardim histórico.

tulipas
créditos: Pixabay

Dublin: Um oásis de calma no coração da cidade

Os Jardins Botânicos Nacionais em Glasnevin são uma das atrações turísticas mais visitadas de Dublin, com os seus conservatórios vitorianos requintadamente restaurados e um grande número de espécies de plantas exóticas. Localizado a uma curta caminhada do centro da cidade, os jardins são um oásis de calma e tranquilidade, mesmo no coração de Dublin. Não deixe de visitar o belo jardim de rosas, o arboreto e as impressionantes estufas vitorianas Palm House (na foto, em baixo) e Curvilinear Range.

jardim dublin
créditos: Pixabay

Viena: Poder imperial em flor

Numa visita a Viena é imperdível conhecer o Palácio Imperial de Schonbrunn, cujos jardins e parque são o toque final deste magnífico ponto de referência barroco. O laranjal de 189 metros é um dos maiores do mundo. Os jardins foram concebidos como um símbolo do poder imperial dos Habsburgos e estão abertos ao público desde 1779.

viena
créditos: Pixabay

Gotemburgo: Veja uma das árvores mais raras do mundo

Os Jardins Botânicos de Gotemburgo cobrem uns impressionantes 175 hectares e acolhem uma reserva natural e mais de 16.000 espécies de plantas diferentes do mundo inteiro. Zonas notáveis dos jardins são o Vale do Rhododendron e o Jardim das Rochas com a sua bela cascata. Na estufa, os visitantes encontrarão cerca de 4.000 espécies, incluindo cerca de 1.500 orquídeas, e a Eastern Island Tree, uma das árvores mais raras do mundo.

gotemburgo
créditos: Pixabay

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.