Este destino da costa oriental tunisina tem muito mais a oferecer a quem o visita. Eis algumas das atrações que não pode mesmo perder na encantadora Monastir.

Um spot cinematográfico

Monastir: história, tradições e muitos mergulhos
créditos: Helasoyeh/CC BY-SA 4.0

Se gosta de cinema é bem provável que este, que é porventura o mais famoso ponto de interesse de Monastir, lhe pareça familiar. Não está enganado. O ribat já serviu de cenário a filmes como o clássico dos Monty Python 'A Vida de Brian' ou 'Jesus de Nazaré', de Franco Zeffirelli, Construído em 796 por Harthama ibn A’yan é, a par com o ribat de Sousse, uma das mais antigas fortalezas do Norte de África. No lado sudeste, suba os três andares da Torre do Nador e, depois de recuperar o fôlego, desfrute da vista sobre o porto, o mausoléu de Bourguiba e a Grande Mesquita. Aproveite ainda para visitar o Museu Islâmico, que ocupa a antiga sala de oração no primeiro andar.

Monumentos ao herói nacional

Monastir: história, tradições e muitos mergulhos
créditos: Przemek P/CC BY-SA 3.0

Opulenta homenagem ao primeiro presidente da Tunísia, o mausoléu de Habib Bourguiba, construído em 1963, alberga não apenas o corpo do político, mas também os de alguns membros da sua família, como a primeira mulher, os pais e os irmãos. Uma cúpula dourada, os dois minaretes de 25 metros em mármore italiano e os pátios decorados com azulejos são alguns dos detalhes arquitetónicos a que vale a pena prestar atenção. No monumento funerário encontra-se ainda um pequeno museu com objetos de Bourguiba, com destaque para a secretária presidencial vinda do Palácio de Cartago.

Também dedicada ao político é uma das mais importantes mesquitas da cidade. Construída em 1963 por Taieb Bouzguenda, teve como modelo a congénere Hammouda Pacha de Túnis. Da sua arquitetura destacam-se um minarete octogonal de 41 metros de altura e uma sala de oração capaz de acomodar uma congregação de mil fiéis.

O fascínio do Mediterrâneo

Monastir: história, tradições e muitos mergulhos
créditos: Necim Bm/Unsplash

Muitos dos turistas que visitam Monastir fazem-no pela sua costa. As praias, presentes desde logo na cidade, oferecem boas infraestruturas como espreguiçadeiras, chapéus de sol, cafés e restaurantes, com algumas a proporcionarem a prática de desportos aquáticos e passeios de barco. Se busca uma praia com águas calmas, Karaia é o seu spot. Praia central da cidade, tem cerca de 700 metros de comprimentos e 20 de largura, sendo popular entre os habitantes locais. Na fronteira com o centro está a praia de Sidi Mansour, muito procurada tanto por tunisinos como pelos hóspedes do hotel próximo.

Monastir: história, tradições e muitos mergulhos
créditos: Mietek Ł/CC BY-SA 3.0

Já as praias de areia fina e branca de Sqanes estão, na sua maioria, divididas em lotes exclusivos dos hotéis. Mas não desespere porque existem ainda zonas com acesso gratuito e ilimitado. Depois de um dia de praia, desfrute de um pôr do sol inesquecível na marina de Monastir. Aproveite para caminhar ao cair da noite e desfrute das belezas desta zona da cidade, onde se situam muitos hotéis de luxo, restaurantes e bares. Se passar por aqui mais cedo, reserve uma viagem num dos iates e deixe-se encantar pela beleza do Mediterrâneo num mergulho ou desfrutando da paisagem num igualmente aprazível banho de sol.

Da pérola do Sahel à herança romana

Monastir: história, tradições e muitos mergulhos
créditos: Jr Harris/Unsplash

Trinta e cinco minutos de autocarro separam Monastir de Sousse, a capital do Sahel, o que significa litoral em árabe. A maior cidade da costa ocidental tunisina, apelidada de pérola do Sahel, convida a deambular sem destino, mas há alguns locais que não devem faltar neste passeio. São os casos do ribat e da grande mesquita. Prossiga depois para a zona dos souks e resista se puder às lojas de artesanato que fazem as delícias de qualquer turista. Relaxe numa das fantásticas praias da região e passe aqui a noite, porque no dia seguinte vale a pena seguir até à incontornável El Djem.

Monastir: história, tradições e muitos mergulhos
créditos: Diego Delso CC BY-SA 4.0

Invista numa excursão e parta à descoberta desta cidade, onde as estrelas são o museu arqueológico e o sumptuoso anfiteatro romano. Comparável ao Coliseu de Roma e construído sem alicerces, apenas com blocos de pedra, é um dos maiores anfiteatros do mundo, com capacidade para 35 mil espetadores. O monumento mais famoso da Tunísia é Património Mundial da UNESCO desde 1979. A 500 metros do anfiteatro encontra-se o Museu Arqueológico, que complementa esta visitação da herança romana no Norte de África. Para além dos tradicionais e espetaculares mosaicos encontra aqui as ruínas de uma villa muito bem conservada e as escavações de outras.

Praia, história e tradição: três excelentes razões para rumar a Monastir já nas próximas férias. Faça a sua reserva com a TAP e deixe-se seduzir por este surpreendente destino norte-africano.

Monastir ida e volta desde 233€