É certo que as praias são os atributos que mais turistas atraem a Monastir, sobretudo aqueles que procuram umas férias relaxantes, à beira-mar, em resorts bem equipados e com acesso a desportos aquáticos e outras atividades de verão. Um passeio de barco pela costa ou um passeio de camelo são praticamente imperdíveis, só que esta cidade marroquina é muito mais do que relaxamento balnear. Aproveite os mergulhos e entre um banho de sol e outro, parta à descoberta da rica história da região.

monastir: mediterrâneo com história

O melhor é optar por uma excursão, que lhe garantirá conhecer os pontos mais importantes com toda a segurança. Ponha a mochila às costas, calce uns sapatos confortáveis e deixe-se seduzir pela medina, onde se irá cruzar com as gentes e os costumes mais tradicionais. Faça uma pausa para visitar o Ribat de Monastir, a mais antiga e importante estrutura de defesa construída ao longo da costa do Norte de África pelos conquistadores árabes. Fundado em 796 por Harthama ibn A’yan, o Ribat sofreu várias remodelações ao longo da Idade Média e o quadrilátero original transformou-se em quatro edifícios com dois pátios internos.

monastir: mediterrâneo com história
créditos: Habib Mhenni /CC BY-SA 3.0

Respire fundo e suba a escada em espiral com cerca de cem degraus que leva até uma torre de observação, onde eram trocadas mensagens com as torres de ribats vizinhos. A vista vai mesmo valer a pena. Dê largas ao seu talento fotográfico e depois visite o Museu de Arte Islâmica, que se localiza dentro da fortaleza. Inaugurado em 1958, oferece uma coleção de mais de 300 peças relacionadas com a cultura islâmica.

Outro dos ex-libris de Monastir é o Mausoléu de Habib Bourguiba, a última morada do primeiro presidente da Tunísia após a independência. No cemitério local está ainda o Mausoléu do famoso jurista tunisino Sidi Mezri. Ambos os monumentos se destacam pela beleza dos seus domos, portões e pátios decorados com azulejos.

Deixe Monastir por um dia e parta rumo ao El Djem. A cerca de uma hora por estrada, esta região destaca-se pelo seu impressionante anfiteatro romano, comparável ao Coliseu de Roma. Construída apenas com blocos de pedra, sem alicerces é um dos maiores anfiteatros do mundo, com capacidade para 35 mil espetadores. O pódio, a arena e as passagens subterrâneas mal sentiram o passar do tempo e merecem a sua visita a este monumento que faz parte do Património Mundial da UNESCO desde 1979.

monastir: mediterrâneo com história

Depois destas visitas, o mais certo é estar com aquele apetite caraterístico das férias. Monastir não o vai deixar ficar mal. Experimente o cuscuz de cherkaw (piarda), que tem até direito a um festival que se realiza todos os verões desde 2004. Outro prato famoso é o peixe salgado, à base de peixe-galo cozido a vapor com tomate pelado, harissa, uvas secas e cebola.

Agora que já sabe um pouco mais sobre esta pérola tunisina, faça a sua reserva com toda a segurança e conforto que só a TAP lhe oferece.

Milão desde 48€