Tendo em conta as inúmeras formas dos países aplicarem impostos corporativos, pode ser difícil fazer uma comparação entre eles. Para perceber como as pequenas empresas são tributadas em todo o mundo, a OnDeck analisou as taxas de impostos corporativos e os requisitos especiais de impostos corporativos para pequenas empresas em 200 países. A equipa aplicou as regras de cada país tendo como base o mesmo exemplo de empresa como ponto de referência.

Para entender melhor os custos de fazer negócios em todo o mundo, a OnDeck aplicou as leis tributárias de cada país a uma empresa modelo com receita de US$ 1 milhão, lucro de US$ 100.000 por ano, cinco a nove funcionários, de propriedade de um residente do país em questão, e que obtém a maior parte da sua receita de operações comerciais dentro do país em questão.

As taxas de imposto são mais baixas no Médio Oriente e na Europa – média de 17,9% e 16,2%, respectivamente - e são mais altas na África e América do Sul – com taxas médias de 27,6% e 26,1%, respectivamente. A taxa de imposto efetiva mais alta está no Suriname (36,0%). Algumas nações estabeleceram-se como paraísos fiscais, sem taxas de imposto corporativo — Bahamas, Bahrein, Mónaco, Nauru, Emirados Árabes Unidos, Vanuatu e Cidade do Vaticano.

Na Europa, a taxa de imposto de 12,5% no Chipre está entre as mais baixas do mundo. Espanha cobra uma taxa de imposto empresarial de 25% mas as empresas recém-criadas são tributadas em 15% no primeiro período em que relatam lucro, bem como no período fiscal seguinte. As empresas estão sujeitas a uma taxa fixa de IRC de 21% em Portugal Continental, enquanto as empresas dos arquipélagos da Madeira ou Açores estão sujeitas a uma taxa de IRC de 14,7%.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.