A ECA International, uma empresa global de mobilidade, divulgou recentemente a lista anual das cidades mais caras para se viver no mundo. Uma moeda mais forte é um forte indicador para fazer os preços subirem.

Como a ECA International determina as cidades com maior custo de vida? A empresa calcula o custo de vida com base em fatores como o custo médio de alimentação, serviços básicos e transporte público.

Vamos conhecer as cidades mais caras do mundo em 2022? Veja na fotogaleria abaixo

Não há dúvida de que a Ásia é o continente mais caro em 2022, já que as cidades asiáticas contam com metade do top 10. No sentido contrário, cidades como Paris, que já esteve no primeiro lugar, não está nem no top 32, tal como Bruxelas, Madrid e Roma.

Aliás, “quase todas as grandes cidades da zona do euro tiveram uma queda no ranking este ano, já que o euro teve um desempenho pior nos últimos 12 meses do que o dólar americano e a libra esterlina”, disse Lee Quane, Diretor Regional da ECA International.

Os conflitos políticos e internacionais são fatores externos que também desempenham um papel importante nas colocações deste ranking. A invasão à Ucrânia por parte da Rússia - e respetivas sanções - empurraram Moscovo (62º) e São Petersburgo (147º) para o fundo da tabela.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.