O Turismo das Seychelles explicou que para serem reconhecidos como “vacinados”, os visitantes devem ser capazes de demonstrar que tomaram as duas doses da vacina, duas semanas antes da viagem.

Os visitantes devem também apresentar um teste PCR negativo, realizado até 72 horas antes da viagem, podendo assim evitar a quarentena de dez dias ao chegar ao país.

Actualmente, as Seychelles recebem apenas os viajantes de uma lista aprovada de 48 países, além de aviões particulares. Os turistas não vacinados precisam apresentar um teste negativo à COVID-19 e cumprir diferentes períodos de quarentena.

O objetivo das Seychelles é vacinar a maioria da sua população adulta até meados de março, permitindo, nesse altura, receber todos os visitantes, desde que apresentem um teste negativo à COVID-19 realizado até 72 horas antes da viagem.

O turismo é indiscutivelmente a indústria mais importante para a economia das Seychelles, com 15% da população ativa diretamente empregada no setor. As restrições relaxadas para turistas vacinados estão a ser introduzidas na esperança de que isso possa dar um impulso económico muito necessário para o país.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.