O município de Pombal organiza este fim de semana o Festival de Estátuas Vivas, que conta com a participação de António Santos, detentor de cinco recordes do Guinness como Homem Estátua. A iniciativa está agendada para sábado e insere-se no ‘Roteiro 5 sentidos’, um projeto que reúne também os municípios de Castanheira de Pera e Sertã.

Além de uma autêntica galeria de arte distribuída pelas ruas de Pombal, disponível a partir das 16h00, quem visitar a cidade vai ter a oportunidade de experienciar a ‘Rota dos Olhares e Contares do Lado de Lá’. Trata-se de um percurso poético, que dá vida às estátuas existentes no município. O ponto de partida é às 16h30 no Teatro-Cine de Pombal. O dia termina na Biblioteca Municipal com a inauguração da exposição de ilustrações com o título ‘Breviário Ilustrado do Tempo Contado’.

No dia anterior, um dos momentos altos é a apresentação do ‘Breviário do Tempo Contado – Rota Olhares e Contares do Lado de Lá’, às 21h30, no Celeiro do Marquês, um local histórico, mandado construir em 1776 pelo próprio Marquês de Pombal.

Presentes na apresentação estarão os curadores do projeto Mafalda Milhões e Paulo Moreiras, assim como é esperada a participação de alguns dos autores e ilustradores que participam na obra.

Nomes como Laborinho Lúcio, Afonso Cruz, Cristina Drios e Cristina Traquelim, entre muitos outros, aceitaram o desafio apresentado pelos três municípios criarem um roteiro literário em forma de mapa de narrativas livres, onde cada um oferece a sua identidade ao território. A ideia é construir um livro cujas histórias têm como premissa as estátuas edificadas nos três municípios.

Os leitores e os visitantes vão percorrer um roteiro poético e emocional, criado pelos escritores e ilustradores que contam histórias através de narrativas literárias de texto e imagem.

“Neste breviário apresentam-se novos olhares e novas abordagens onde a fantasia e a criatividade nos unem como uma manta de retalhos cheia de imaginação. Embora este seja um livro de ilustrações, é também um livro de silêncios, dos momentos introspetivos de cada um de nós na contemplação e na descoberta de algo que comoveu os nossos sentidos, como uma proposta de reflexão sobre o nosso lugar no mundo, tanto de pertença, como de integração.” revela um dos curadores do projeto, Paulo Moreiras.

O momento musical ficará a cargo do luso-brasileiro Pierre Aderne, no espetáculo ‘Rua das Pretas’, às 22h15, no Celeiro do Marquês, com a participação de vários artistas convidados.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.