De acordo com informação disponível no ‘site’ da ANA – Aeroportos de Portugal, 20 voos operados por várias companhias, com origem no continente e diversas cidades europeias, foram cancelados, o mesmo acontecendo com os respetivos voos de partida.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou hoje sob aviso vermelho (o mais grave) para a agitação marítima a costa norte da ilha da Madeira e Porto Santo.

As zonas montanhosas e a costa sul da Madeira e a ilha do Porto Santo encontram-se também sob avisos laranja e amarelo para chuva, vento, queda de granizo e neve, trovoadas e descida “significativa” da temperatura.

Várias estradas estão encerradas ou condicionadas devido à queda de árvores e de neve, nomeadamente o acesso à freguesia do Curral das Freiras, no interior do concelho de Câmara de Lobos.

O Serviço Municipal de Proteção Civil do Funchal indicou, por seu lado, que a circulação automóvel está condicionada acima da cota de 500 metros e recomenda aos cidadãos que residem nessa área que permaneçam nas suas habitações, sempre que não existam condições de segurança do ponto de vista rodoviário.

A autoridade municipal informa que acesso às zonas montanhosas do concelho do Funchal, nomeadamente o Parque Ecológico do Funchal, se encontra encerrado.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera atribuiu o nome de Célia à tempestade que está a afetar a Madeira com vento, aguaceiros e agitação marítima fortes, queda de granizo e neve, trovoadas e descida da temperatura, com valores da mínima inferior a zero graus centígrados nos pontos altos e, no Funchal, a rondar os 11 graus de máxima.

De acordo com as previsões meteorológicas, o vento poderá registar rajadas até 100 quilómetros/hora nos extremos oeste e leste da ilha da Madeira, sendo forte a muito forte (45 a 65 km/h) nas terras altas, com rajadas até 130 km/h.

A capitania do porto do Funchal também emitiu avisos de mau tempo para a orla marítima, recomendando a todas as embarcações que permaneçam nos portos de abrigo.

A Porto Santo Line (PSL), operador que assegura as ligações marítimas entre as ilhas da Madeira e Porto Santo, cancelou as viagens programadas para hoje.

Por outro lado, o Governo Regional, através do Instituto das Florestas e Conservação da Natureza, determinou o encerramento “de todos os percursos pedestres recomendados na Região Autónoma da Madeira, assim como as infraestruturas de apoio aos mesmos”.

O executivo madeirense desaconselhou igualmente “a realização de qualquer atividade em espaço florestal enquanto se mantiver os alertas meteorológicos emitidos pelas autoridades competentes”, salientando que foi lançado um “alerta laranja para vento nas terras altas e zonas montanhosas”.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.