O Ossuário de Sedlec (também conhecido como igreja dos ossos), localizado na cidade medieval de Kutná Hora, na República Checa, viu-se obrigado a tomar medidas mais rígidas contra o mau comportamento dos turistas.

Frequentemente, os turistas não respeitam o local sagrado e colocam objetos em cima das caveiras (como óculos escuros e chapéus) ou dão beijos às caveiras, tudo em nome da melhor selfie. Além disso, também "retiram ossos da capela, para levar como recordação", disse o diretor da paróquia, Radka Krejčí, à agência de notícias checa CTK.

Um comportamento que não é de todo admissível, de acordo com a paróquia, tendo em conta que estamos num local sagrado que contém os restos mortais de cerca de 40.000 cadáveres.

Como tal, e para prevenir este tipo de atitude por parte dos visitantes, a paróquia impôs que todos aqueles que queiram tirar fotos no interior terão de fazer um pedido oficial com, pelo menos, três dias de antecedência.

A igreja de arquitetura gótica com elementos barrocos atrai cerca de meio milhão de turistas por ano e está classificada como Património Mundial da Unesco. A forma artística como as caveiras são apresentadas é uma das suas atrações, um dos exemplos é o candelabro gigante com várias caveiras e ossos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.