Com esta iniciativa, a companhia aérea easyJet pretende promover a leitura e a literacia a bordo junto do público infantil, disponibilizando em 300 aviões da companhia uma ampla gama de livros infantis, onde constam clássicos como o "Livro da Selva", "Alice no País das Maravilhas" ou "Peter Pan", perfazendo um total de 17.500 cópias, disponíveis em 7 idiomas.

A iniciativa ’Flybraries’ surge no seguimento dos resultados mais recentes do Progress in International Reading Literacy Study (PIRLS), que indica que os alunos portugueses do 4.º ano pioraram o desempenho a leitura entre 2011 e 2016, baixando de 541 para 528 pontos (menos 13 pontos).

Iniciativa Flybraries leva 17.500 livros infantis a bordo

Entre os 50 países testados na edição de 2016, Portugal ocupa o 30.º lugar. Em 2011, o primeiro ano em que o país participou no PIRLS, Portugal ocupou a 19.ª posição. O mesmo estudo indica que apenas 7% dos estudantes avaliados tiveram uma classificação elevada ao nível da leitura, percentagem ligeiramente abaixo da media europeia (12%).

Para além da componente pedagógica, todas as crianças dos 6 a 12 anos de idade de toda a Europa, em qualquer idioma, serão convidadas a participar num concurso onde poderão ganhar viagens para toda a família. Sob o tema “fuga da imaginação”, os participantes deverão escrever histórias com até 400 palavras que completem a frase: "Eu olhei pela janela e vi ..."

A iniciativa conta com o apoio da National Literacy Trust que, em parceria com a easyJet, pretende incentivar as crianças a ler mais livros durante as férias escolares.

A parceria também envolve uma série de atividades divertidas que poderão ser realizadas durante o verão, incentivando também a alfabetização das crianças depois da viagem de avião.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.