No total serão 120 modelos a compor o Dino Parque, que vai abrir as portas ao público no início de 2018.

O Dino Parque espera proporcionar uma verdadeira viagem de milhões de anos à descoberta de outros mundos, assim como permitir aos visitantes observar alguns dos mais famosos dinossauros, como o Triceratops, Iguanodon e o Tyrannosaurus Rex, o mais perigoso de todos os predadores.

O Lourinhasaurus será o maior modelo do Parque, com 23 metros, e é o segundo maior modelo construído pela empresa alemã que está a desenhar estes dinossauros para o parque português. Este  modelo era um saurópode de grandes dimensões, com uma estrutura semelhante ao Brachiosaurus. Este dinossauro habitava a Península no Jurássico Superior, há cerca de 150 milhões de anos. Com aspeto de um saurópode típico: pescoço e cauda comprida, cabeça pequena e quatro patas robustas.

O Lourinhanosaurus é o carnívoro ao qual estão atribuídos o ninho de ovos e embriões encontrados em Paimogo (concelho da Lourinhã). Estes valeram a Portugal uma entrada nas descobertas científicas mais importantes do mundo, em 1997, e o dinossauro tornou-se um dos símbolos da Lourinhã.

Os originais destes fósseis poderão ser também vistos na área museológica do Dino Parque – Parque dos Dinossauros, assim como outros fósseis únicos no mundo.

Os dois modelos chegam ao Dino Parque – Parque dos Dinossauros entre as 10H00 e as 11H00, em três camiões, oriundos da Alemanha.


Sobre o Dino Parque

O Dino Parque é gerido pela PDL – Parque de Dinossauros Lda e resulta de uma parceria com a Câmara Municipal da Lourinhã e com o GEAL – Grupo de Etnologia e Arqueologia da Lourinhã (Museu da Lourinhã).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.