“Renovamos o apelo para que visitem as duas praias fluviais e outros pontos de interesse do concelho, o convite fica feito”, afirmou à agência Lusa a vereadora com o pelouro do Turismo, Marta Brás.

“As marcas estão cá, mas já houve uma grande intervenção de limpeza e as paisagens estão muito mais limpas, ainda com marcas dos incêndios, é verdade, mas com bastante mais verde”, realçou Marta Brás, destacando a qualidade da água nas praias de Ana de Aviz e Fragas de São Simão, ambas concessionadas.

Praia fluvial Ana de Aviz
Praia fluvial Ana de Aviz créditos: Aldeias do Xisto

Segundo a vereadora, “a água não foi afetada pelos incêndios”, assinalando que ao longo do ano passado Ana de Aviz apresentou sempre qualidade “excelente” e Fragas qualidade “boa”. “Os visitantes evitam de estar preocupados”, salientou.

A autarca explicou que o município procede anualmente a uma intervenção de manutenção e limpeza dos locais, mas, no caso da praia fluvial de Ana de Aviz, os trabalhos vão contemplar a criação de um “espaço maior de esplanada” e “a requalificação e ampliação do estacionamento”, obras de cerca de 50 mil euros.

“O objetivo é proporcionar melhores condições para os visitantes”, precisou, acrescentando que “as praias estão concessionadas o ano inteiro, sendo que a época balnear está definida em termos legais de 01 de julho até 31 de agosto”.

Contudo, “os concessionários estarão a postos a partir de 01 de junho, sendo que época nestas duas praias pode ser prolongada até outubro se as condições meteorológicas o permitirem”, referiu Marta Brás.

Em junho de 2017, os incêndios que deflagraram na zona de Pedrógão Grande, norte do distrito de Leiria, e que atingiram os concelhos vizinhos, incluindo Figueiró dos Vinhos, provocaram 66 mortos e mais de 250 feridos.

Foto: Aldeias do Xisto

Fonte: Lusa

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.