No verão, Palma de Maiorca (Espanha) enche-se de turistas. E Magaluf, volta e meia, aparece nos noticiários pelos piores motivos, com turistas embriagados a causarem distúrbios. O mais recente episódio relatado na comunicação social ocorreu entre adeptos de futebol de Inglaterra e Escócia.

Farta do mau comportamento dos turistas, a localidade resolveu elaborar um guia com 64 regras de bom comportamento. Quem não cumprir, arrisca-se a uma multa que pode ir até aos 3 mil euros.

As multas são definidas de acordo com a gravidade da situação: "Menor" (multas dos 100 aos 599 euros), "Séria" (dos 600 aos 1.499 euros) e "Grave" (dos 1.500 aos 3 mil euros).

Algumas das regras incluem não deitar cigarros para o chão, atirar-se do balcão do bar para dentro da piscina, subir para as árvores ou usar sabão e/ou gel de banho nos chuveiros públicos. Estes comportamentos, por exemplo, dão multas dos 100 aos 599 euros. Defecar na rua é considerado um delito "menor", mas vender bebidas a menores de 18 anos já é considerado "grave".

As autoridades locais prometem tolerância zero para quem não cumprir as regras este verão.

Algumas das 64 regras incluem:

- Não discutir ou praticar violência física em locais públicos;

- Não usar de linguagem abusiva;

- Respeitar os outros;

- Não danificar "mobília" pública;

- Cooperar com a polícia;

- Respeitar os espaços turísticos;

- Não dar falsa identidade;

- Os bares não devem servir clientes que já se encontrem embriagados;

- Não urinar, defecar ou cuspir em locais públicos;

- Nadar em sítios proibidos;

- Pedir esmolas na rua;

- É extremamente proibido manter relações sexuais em locais públicos;

- Respeitar os limites do ruído e não ouvir música alta na praia.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.