A Sunshine.co.uk quis realizar um estudo para comprovar se a má fama dos britânicos no estrangeiro era mesmo verdadeira quando estes se encontram de férias. Como diz o ditado popular "Quem boa cama fizer, nela se há-de deitar."

Para o estudo foram entrevistados 1.966 britânicos maiores de 18 anos e que tinham estado no estrangeiro no último ano. A agência de viagens responsável pelo estudo quis saber como é que cada entrevistado classificava o seu comportamento nas últimas férias, numa escala de 1 a 10, e em que zona do Reino Unido viviam (para determinar padrões de comportamento).

Os que moravam em zonas como Manchester e Liverpool (do lado noroeste), classificavam o seu comportamento em férias com um 2. Já em zonas como Brighton e Canterbury (a sudeste), a classificação média era de um 9, o que torna estes habitantes do Reino Unido os mais bem comportados fora do seu país natal.

Foi igualmente pedido aos entrevistados para enumerarem os seus maus hábitos quando estão no estrangeiro.

E o top 3  resume-se a:

- Urinar na piscina (71%);
- Não cumprir a regra de reservar uma espreguiçadeira (68%);
- Urinar no mar (66%).

Em seguida, estão comportamentos como pontapear a cadeira da frente no avião (52%), não dar gorjeta aos empregados dos hotéis (41%), estado de embriaguez e ser desordeiro (39%). Em último lugar do top 10, vem "ser infiel ao(a) companheiro(a)". Pelo meio, ainda confessaram roubar ou partir coisas e criar distúrbios nos hotéis e/ou quartos.

Mas, afinal, porque se comportam os birtânicos desta forma quando estão fora do seu país? Para aqueles que classificaram o seu comportamento com menos de 5 pontos, a resposta foi: "Estou de férias, posso fazer o que me apetece".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.