Nesta viagem pelo Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, a primeira paragem é a praia de Odeceixe, livre de qualquer construção, e onde se destacam as calmas águas do rio Seixe que cria paisagens dignas de fotos para o Instagram.

A percorrer a região de carro, há uma paragem em Rogil, que conta com um monumento em homenagem ao percebe, uma iguaria a provar, antes ou depois de ir para a Praia de Vale dos Homens. Aqui, reina o surf e o autocaravanismo. Quem escolher esta praia, deve levar marmita, uma vez que não existem quiosques e bares nas proximidades.

Aljezur, Amoreira, Monte Clérigo e Arrifana são outras paragens recomendadas neste artigo.

Arrifana
Arrifana créditos: DR

No que toca ao alojamento, o El Viajero aconselha a Aldeia da Pedralva. Uma aldeia recuperada, no concelho de Vila do Bispo, que conta com casas típicas recuperadas, disponíveis para aluguer.

Vila do Bispo é outro lugar de paragem obrigatória, com a sua igreja coberta de azulejos no interior e o seu mercado de frescos.

Para fechar este percurso com chave de ouro, o Cabo de São Vicente é a paragem final. Num dos lugares que conta com a fama de ter um dos pores-do-sol mais belos de Portugal.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.