O índice anual Global Innovation Index - compilado pela Organização Mundial da Propriedade Intelectual, Universidade de Cornell e INSEAD - classifica 129 economias mundiais em 80 parâmetros incluindo a investigação, a tecnologia e a criatividade.

Com valores próximos da Suíça, segue-se a Suécia e os Estados Unidos. Israel completa o top 10.

A Índia, onde foi feito o anúncio, ficou em 52º lugar, destacando-se por ter vindo a subir nos rankings nos últimos anos, afirmou o diretor-geral assistente da OMPI, Naresh Prasad.

O relatório foi feito no momento em que o Fundo Monetário Internacional (FMI) desceu a previsão de crescimento global e alertou para um 2020 "precário" devido às tensões comerciais, à incerteza contínua e às perspectivas crescentes para um Brexit sem acordo.

Os autores do relatório afirmam que gastos com a inovação continuam a crescer e parecem resilientes, apesar da desaceleração.

No entanto, alertam para sinais de declínio do apoio público à investigação e desenvolvimento em economias ricas, geralmente responsáveis por impulsionar a inovação.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.