As autoridades fecharam temporariamente algumas praias da Córsega, segundo relata o New York Post, devido ao comportamento agressivo dos animais.

Um homem foi para o hospital depois de ser atacado no pescoço por uma vaca, numa praia em Lotu. Outra manada de vacas perseguiu turistas numa rua turística e, na aldeia montanhosa de Lozzi, uma mulher de 70 anos foi levada para o hospital com um “ferimento grave na perna” após ser atacada, de acordo com o Times de Londres.

Na parte sul da ilha, perto de Ajaccio, as praias foram fechadas depois dos animais terem danificado carros e propriedades privadas. Esta não é a primeira vez que visitantes são atacados por vacas. Em 2017, uma mulher foi ferida no rosto após tentar tirar uma selfie com um dos animais.

A ilha é famosa por ter 15 mil vacas que vagueiam pela ilha, incluindo pelas praias. Enquanto algumas têm dono, a maioria são consideradas selvagens. Aparentemente, os animais acostumaram-se a não ter de dividir o espaço com os turistas já que, durante o ano passado, os visitantes foram mantidos longe devido à pandemia e ao confinamento.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.