Nem todos os que se arrastam nos corredores intermináveis dos centros comerciais gostam de fazer compras. Muitos vão só acompanhar – quantos de nós nunca fizeram o sacrifício de acompanhar alguém numa tarde de shopping? Poucos, certamente. Mas a verdade é que uma tendência começa a despontar e parece vir para ficar: centros comerciais onde fazer compras é apenas uma das possibilidades. Centros comerciais projetados para serem verdadeiros parques de diversões e não amontoados de lojas onde o único objetivo é ver montras e gastar dinheiro. Centros comerciais que valem por tudo aquilo que oferecem aos visitantes.

O Mall of America, por exemplo, é um destes exemplos. O centro comercial atrai 40 milhões de visitantes por ano e já se percebe porquê: há um parque temático da Nickelodeon instalado no shopping, inspirado nos personagens de desenhos exibidos pelo canal. O parque conta com atrações várias, entre as quais uma montanha-russa. No meio de 520 lojas também é possível encontrar uma que dificilmente não agradará a todos: a loja da Lego onde está um robô de lego de 13 metros de altura. Mas há mais hipóteses e noutros cantos (bem distantes do planeta).

O Mall of the Emirates ganhou fama mal foi inaugurado, em novembro de 2005. Porquê? Construído no Dubai, o centro comercial destaca-se principalmente por uma atração inusitada (e inesperada) para um país de clima desértico: um parque temático de inverno, com pista de ski com neve, onde se sente frio como se se estivesse no Pólo norte e ainda se pode andar de teleférico. Quando se cansar de escorregar na pista pode percorrer as 520 lojas (40 delas são de artigos de luxo) ao longo dos 223.000 metros quadrados que o shopping tem de área total.

O primeiro parque temático da Malásia também foi sucesso imediato. O Sunway Pyramid nasceu inspirado nas pirâmides do Egipto – com direito a esfinge e tudo.
Com 396.000 metros quadrados, o Sunway Pyramid é um dos maiores do país. Tem, também, uma pista para patinar no gelo, onde é possível fazer tempo (de forma agradável) enquanto a sua companhia se diverte nas compras.

Também na Malásia está o Berjaya Times Square Theme Park, o parque temático do shopping center Berjaya Times Square Kuala Lumpur, inspirado na Big Apple. Dá para passear por entre atracções inspiradas em Nova Iorque e ainda dar uma volta pelas 1 000 lojas, 65 restaurantes e assistir a um filme numa das salas 3D disponíveis.

Já no Dubai Mall, é possível fazer programas diferentes num centro comercial. É até possível ‘confraternizar’ com um tubarão-martelo a apenas 7,5 centímetros de distância, que é a espessura da placa de acrílico que compõe o painel principal do Dubai Aquarium and Under Water Zoo, construído no Dubai Mall, nos Emirados Árabes.

A placa entrou para o Guiness como o maior painel de acrílico do mundo, com 32,88 metros de largura e 8,3 metros de altura. Vivem, no aquário, mais de 33 000 seres de diversas espécies marinhas. O Dubai Mall foi inaugurado em Novembro de 2008 e tem 1 200 lojas.

No West Edmonton Mall, em Alberta, no Canadá, além das 800 lojas disponíveis, a principal atração é um parque aquático, o World Waterpark. Inspirado no clima tropical, o parque aquático conta com 17 brinquedos, como tubo-água e tobogãs. No centro do shopping, está ainda uma réplica da caravela Santa Maria, com a qual Cristóvão Colombo descobriu a América.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.