Um encontro nacional de ministros do meio ambiente confirmou que a eliminação gradual de plástico na Austrália cobriria oito tipos de resíduos plásticos “problemáticos e desnecessários”: sacos plásticos leves; plástico erroneamente rotulado como “degradável”; utensílios e agitadores de plástico; palhinhas de plástico; recipientes de poliestireno para alimentos; embalagens de poliestireno para bens de consumo; e microesferas em produtos de cuidados pessoais.

O governo australiano anunciou anteriormente planos de eliminar os "plásticos de uso único" até o final de 2025, incluindo a proibição do uso de embalagens de poliestireno expandido para alimentos até dezembro de 2022. Agora, chegou-se a acordo sobre o que esse termo abrangerá.

Segundo dados da Australian Packaging Covenant Organization (APCO) em 2019, das 5,5 milhões de toneladas de embalagens vendidas anualmente, 88% são recicláveis, mas apenas 49% serão reaproveitadas no futuro. O resto geralmente acaba em aterros sanitários ou como lixo na natureza e nos oceanos.

Além do acordo sobre os tipos de produtos a serem proibidos e a definição do prazo de 2025, nenhum outro detalhe foi divulgado.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.