Para impedir a disseminação do coronavírus, os clubes noturnos ainda estão fechados, no entanto, esta discoteca alemã encontrou outra forma de continuar com a festa, música e diversão. É primeira discoteca drive-in do mundo abriu em Schüttorf,  num estacionamento nos arredores do Index, uma das maiores discotecas do país.

Os amantes da vida noturna conduzem até ao local e mantêm-se dentro dos carros para assistirem à atuação de vários DJ's que passaram pelo palco. Sem álcool ou pista de dança, as pessoas presentes não aplaudem quando ritmo diminui, ao invés disso, fazem soar as buzinas e piscam as luzes.

Como é improvável que as discotecas na Alemanha reabram antes de 2021, o evento semanal chamado Autodisco é a experiência mais próxima a estar num clube noturno que os alemães podem ter atualmente. E desengane-se quem pensa que a experiência é solitária e impede de conhecer pessoas novas: as pessoas começaram a escrever os seus números de telemóvel em balões para depois os mostrarem a quem lhes chamar a atenção.

Só é permitido entrar no edifício da discoteca para ir à casa de banho, e apenas são permitidas duas pessoas de cada vez - e devem usar máscaras. Os funcionários da discoteca patrulham o estacionamento para garantir que todos seguem as regras. O estacionamento tem espaço para 250 carros e as noites custam 32 euros por carro com um passageiro e o motorista (cada passageiro adicional paga 16 euros). Cada carro poderá ter, no máximo, quatro pessoas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.