Nos últimos dez anos, os turistas tiraram fotos em frente às letras vermelhas e brancas de "I Amsterdam" em frente ao Rijksmuseum. Na segunda-feira, no entanto, os fotógrafos fizeram fila para capturar outra imagem - o momento em que uma grua removeu as letras.

De acordo com o jornal holandês Het Parool, a medida para remover a placa foi aprovada numa votação do parlamento regional, durante o mês de novembro, tendo sido sugerida pelo partido GroenLinks (Esquerda Verde). O partido, ligado à causa ambiental, que afirma que a peça tinha-se tornado um símbolo do turismo de massas e que conferia uma atitude individualista à cidade.

A campanha "I amsterdam" foi lançada sob a liderança do ex-vereador Frits Huffnagel (VVD) em 2004 e, com os viajantes a tirarem fotos junto das placas, o slogan, rapidamente, se tornou uma das maiores atrações turísticas da cidade.

Quando a GroenLinks apresentou a moção para a retirada das placas, em outubro, foi lançada uma petição para as manter, que conta com mais de 11 mil assinaturas, no entanto, a mais famosa das placas, em frente ao Rijksmuseum, foi mesmo removida. Agora, será colocada, alternadamente, em diferentes locais da cidade, durante eventos e festivais.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.