“A Feira do Queijo Serra da Estrela, que há 44 anos acontece em Seia, no fim de semana de Carnaval, irá realizar-se em abril, em virtude da incerteza das regras de gestão da pandemia”, referiu o município, em comunicado enviado hoje à agência Lusa.

Segundo a fonte, “o certame dedicado ao afamado queijo de ovelha, o Queijo Serra da Estrela DOP [Denominação de Origem Protegida], a que se acoplam outros produtos endógenos (enchidos serranos, pão, mel, vinho…), e que iria decorrer entre os dias 26 de fevereiro e 01 de março, irá realizar-se nos dias 23, 24 e 25 de abril”.

A decisão do adiamento da feira foi tomada na quinta-feira pela Câmara Municipal de Seia, após reunião com os produtores do concelho e com as associações parceiras.

“Analisadas as contrapartidas financeiras, sociais e económicas face à evolução da situação pandémica, e as contingências de segurança que teriam de ser implementadas, foi entendimento geral não estarem reunidas as condições favoráveis para a realização da feira, na data tradicional”, lê-se.

De acordo com o comunicado, o presidente da Câmara Municipal de Seia, Luciano Ribeiro, “considera esta decisão assertiva e mais prudente, ‘pelos riscos acrescidos que nesta fase um evento desta dimensão e natureza poderá implicar, na propagação do vírus, e contrapondo o investimento associado a esta iniciativa para um número reduzido de pessoas’”.

“Embora a feira pudesse renovar o formato digital do ano transato, o conhecimento que temos hoje e os ‘inputs’ que os próprios produtores nos fazem chegar, consideramos fundamental que a feira aconteça nos moldes habituais. Além de que a aposta na feira não se esgota no certame, tem repercussões muito positivas na economia local”, referiu o autarca.

Para a organização, “um evento desta natureza requer proximidade e contacto entre pessoas”.

“Vivemos de experiências e sensações, e o fator de sucesso da Feira do Queijo de Seia prende-se com a degustação dos produtos e com a relação que se estabelece com quem os produz. Mas também com a envolvência criada em torno do Mercado, desde a mostra de artesanato, à singularidade do programa de animação que habitualmente acompanha o evento (demonstrações ao vivo da feitura do queijo, enchido, confeção de pratos típicos, ordenha da ovelha e da própria animação promovida pelas associações locais)”, indicou a autarquia.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.