Intitulada "BRInCKa" (termo em que as maiúsculas compõem a palavra inglesa para "bloco" de Lego), a mostra decorre até 01 de maio nos 1.100 metros quadrados da Sala dos Fornos da Oliva Creative Factory e é organizada pela ADS - Associação Desportiva Sanjoanense e pela PLUG - Associação Portuguesa de Utilizadores de Lego.

Os organizadores anunciam o evento como "a maior exposição de construções Lego da Península Ibérica" e realçam que a mostra é "reconhecida e apoiada pelo Grupo Lego", contando inclusive com uma conferência por Rosário Costa, diretora criativa da marca de brinquedos dinamarquesa.

Natural de São João da Madeira, a responsável declarou hoje à Lusa que os pequenos blocos coloridos de encaixar entre si continuarão a constituir uma ajuda ao desenvolvimento infantil, por muito que as crianças utilizem cada vez mais o ‘tablet’ e outros mecanismos de entretenimento digital.

"As crianças continuam a sentir a necessidade de experimentar o brincar criativo de forma tátil e, para quem já nasceu na era digital, não há distinção entre a brincadeira física e a digital. Para eles, tudo isso é apenas brincar", defende.

Rosário Costa diz mesmo não acreditar que “o digital alguma vez vá substituir uma experiência tátil”, salientando que “quando se vê estes blocos [de Lego], o impulso leva simplesmente a que se comece a uni-los uns aos outros".

Com isso, crianças e adultos desenvolvem "competências importantes, num constante ciclo de tentativa, falha e nova tentativa".

A exposição BRInCKa de São João da Madeira apresentará várias composições em que os associados da PLUG recriam em blocos de Lego não só situações alusivas ao universo cinematográfico e da banda-desenhada – como Star Wars e Batman – mas também obras arquitetónicas de referência mundial e diversos cenários sobre áreas temáticas em que a marca tem desenvolvido produtos.

É o caso das gamas Militar, Espacial, Ficção Científica, Cidade, Piratas, Friends, Technic e Ninjango, às quais se juntará ainda uma cidade em miniatura com peças dos anos 80 e 90, uma pista de carros de competição e um painel gigante dedicado ao futebolista Cristiano Ronaldo.

A exposição inclui também uma secção dedicada especificamente a símbolos de São João da Madeira, com réplicas do edifício da câmara municipal, do estádio da ADS, da Torre da Fábrica da Oliva e até da "famosa máquina de costura" que em tempos aí foi produzida.

Está ainda prevista a realização de um mosaico gigante pelos visitantes, um concurso de construções para diferentes escalões etários, uma apresentação de trabalhos de robótica do grupo português MINDSTORMS Community Parners e uma mostra com os automóveis em blocos da marca Jayfields, do também português João Campos.

O acesso ao recinto tem um custo de dois a quatro euros consoante a idade, mas às crianças que frequentem o Ensino Básico nos municípios de São João da Madeira, Espinho, Arouca, Santa Maria da Feira e Vale de Cambra serão distribuídos nas escolas bilhetes de acesso gratuito ao recinto, quando acompanhadas por um adulto.

Fonte: Agência Lusa

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.