O Caminito del Rey acumulou o Grande Prémio, na categoria de conservação, atribuído por um júri, e o Prémio do Público, cuja votação decorreu através da internet.

O anúncio do vencedor foi feito nesta terça-feira à noite, no Teatro da Zarzuela, em Madrid. Durante a cerimónia, foram ainda anunciados mais seis vencedores do Grande Prémio, nas categorias de conservação, investigação, serviço prestado e educação. Cada um dos premiados vai receber dez mil euros.

Na categoria de conservação, ganharam o Grande Prémio, além do Caminito del Rey, a tradicional azenha de Agios Germanos, na Grécia, e a torre gótica de Wimpole, no Reino Unido.

O percurso pedestre num dos desfiladeiros de El Chorro, Málaga, foi construído no início do século XX com o objetivo de criar um acesso entre duas quedas de água durante a construção de uma hidroelétrica. Na altura da inauguração, o rei Afonso XIII cruzou o caminho, que ganhou então o nome de Caminito del Rey. O percurso acabou por cair no abandono, tendo sido encerrado em 2000, após alguns acidentes fatais. A passagem, que ficou conhecida como "a mais perigosa do mundo", foi reabilitada e reabriu ao público no ano passado. São três quilómetros de caminho, a 100 metros de altura sobre um desfiladeiro.

Outros projetos premiados

O Grande Prémio, na categoria de investigação, foi atribuído ao estudo de conservação da povoação de Gostuša, na Sérvia. Os funcionários e os 'amigos' do Museu Nacional da Bósnia-Herzegovina, em Serajevo, e a empresária italiana Giulia Maria Crespi venceram na categoria de serviço prestado. Na categoria de educação, formação e sensibilização, o Grande Prémio foi para o programa "Adote um Monumento", da cidade finlandesa de Tampere.

Ao todo, este ano, foram apurados 28 vencedores de 16 países, para os Prémios Europa Nostra, os mais importantes galardões europeus no domínio do património, promovidos pela Comissão Europeia e pela Europa Nostra, organização representada em Portugal pelo Centro Nacional de Cultura.

A reabilitação da Catedral e do Museu Diocesano de Santarém e o projeto de desenvolvimento sustentável do Planalto da Mourela, no Parque Nacional da Peneda-Gerês, foram dois dos premiados, respetivamente nas categorias de conservação e educação.

A Europa Nostra é uma rede de organizações e associações europeias ligadas ao património cultural, presidida pelo maestro e tenor espanhol Plácido Domingo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.