O Geopark Naturtejo explica que o festival começa no sábado com a realização da GeoRota do Orvalho, na Serra do Muradal, em Oleiros, distrito de Castelo Branco, e termina com um jantar teatralizado no miradouro do Cabeço Mosqueiro (Orvalho).

Durante todo fim de semana, os apreciadores dos sabores locais têm no Rosmaninhal (Idanha-a-Nova) o Festival do Borrego e, no domingo, em Penamacor, decorre uma caminhada na Aldeia de João Pires em busca das suas geoformas graníticas.

Esta é, aliás, uma das várias geopropostas lançadas pelo município de Penamacor em associação com juntas de freguesia e empresas locais para conhecer o seu património geológico recentemente reconhecido pela UNESCO no âmbito do Geopark Naturtejo.

Ainda em Penamacor, no dia 03 de junho decorre a Oficina dos Fósseis, no Agrupamento de Escolas Ribeiro Sanches, e a 12 de junho, realiza-se a caminhada "Natureza sem Fronteiras", na Serra da Malcata.

No dia 05 de junho realiza-se em Oleiros a Festa da Espiga do Estreito e no último fim de semana do Festival da Paisagem decorre a Rota dos Fósseis de Penha Garcia (Idanha-a-Nova).

A fechar o Festival, a freguesia de Segura (Idanha-a-Nova) recebe a II Festa das Migas para celebrar um dos contextos gastronómicos regionais mais diversificados e populares.

Durante todo o período do festival, em Vila Velha de Ródão, decorrem inúmeras atividades na natureza e passeios de barco no Monumento Natural das Portas de Ródão.

O Geopark Naturtejo da Meseta Meridional é composto pelos municípios de Castelo Branco, Idanha-a-Nova, Nisa, Oleiros, Penamacor, Proença-a-Nova e Vila Velha de Ródão e está integrado na Rede Mundial de Geoparques, criada em 2004 pela UNESCO, à qual aderiu em 2006.

Este ano, o Festival da Paisagem celebra também os 10 anos de reconhecimento internacional do Geopark Naturtejo como território UNESCO.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.