Neste momento, a Síria não é, de todo, um destino turístico. O país está em guerra há cinco anos: 400 mil pessoas morreram, organizações terroristas expandiram-se, metade da população está deslocada e outros milhares fogem do país, movimento que originou a maior crise de refugiados desde a II Guerra Mundial.

Todos os dias as notícias que chegam da Síria mostram bombardeamentos, utilização de armas químicas, cidades reduzidas a escombros, crianças em sofrimento ou mortas, entre outros factos decorridos de uma das guerras mais complicadas dos últimos tempos.

No meio de tanta destruição, há agora um vídeo que contrasta com tudo isso, vendendo a Síria como um destino de sonho para umas férias na praia. As imagens em questão foram filmadas na estância balnear de Tartus e divulgadas pelo ministério sírio do Turismo.

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, Tartus é uma cidade ainda sob o domínio do regime sírio e tem sido poupada dos horrores desta guerra, embora já tenha sofrido bombardeamentos em maio. Tartus fica a cerca de 100 quilómetros de Homs, um reduto contra o governo de Bashar Al-Assad, neste momento reduzido a escombros.

Antes do início da guerra civil, em 2011, a Síria recebia cerca de 8,5 milhões de turistas por ano.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.