1. Comprar perto da data das férias

Os preços dos voos são dinâmicos, dependem da procura: preços mais baixos, para atrair as compras, e, conforme os aviões são enchendo, as tarifas vão subindo.

2. Esperar por promoções

Pode existir, mas não é uma regra. E não acontece com frequência.

O melhor é jogar pelo seguro, comprando quando a tarifa está mais baixa. Depois não voltamos a procurar o voo. Assunto arrumado!

As promoções só são boas para quem não tem restrições de datas nem de orçamentos.

3. Ter flexibilidade no horário e na data

Se temos datas fixas, podemos não ter a sorte da tarifa ser a melhor naquele dia. Por isso, nem que seja por um dia para trás ou para a frente da data estipulada, convém ter alguma flexibilidade.

Quando temos crianças, a questão do horário complica-se um bocadinho, pois os voos mais longos e com partidas de madrugada são os mais baratos. É necessário arranjar um horário que não nos obrigue a levar o "Birras" também a bordo.

Normalmente, voos às terças, quartas e sábados têm preços mais baixos.

4. Verificar o calendário de eventos/temporada do local para onde vamos

Por exemplo: quer viajar para a Tailândia em Abril. A 13 de abril é a passagem do ano Tailandês, é natural que haja mais procura dos voos e os preços estejam muito mais altos. A época baixa e alta do local também tem influência. Por exemplo: época baixa portuguesa é a alta temporada no Brasil, onde é verão.

5. Pesquisar apenas um aeroporto

Em Portugal, parece que todos os voos internacionais começam em Lisboa. Mas se procurarem por ligações noutros aeroportos, vão encontrar preços muito atraentes.

Londres, Amesterdão, Frankfurt ou Manchester têm muitos voos e alguma ligação deverá encaixar no que pretendemos. A paciência para procurar é fulcral. Muita paciência.

6. Querer um voo direto

Os voos com ligações são mais baratos, uma vez que a maioria das pessoas quer voos diretos. Se a escala for muito longa, no caso de se levar crianças, devemos reconsiderar. Especialmente se a escala for num aeroporto pequeno sem muito para fazer ou sem parques infantis.

7. Comprar só ida

Comprar ida e volta ao mesmo tempo permite uma tarifa melhor.

8. De madrugada ou durante o fim de semana é mais barato

Porquê? Para estimular a procura. De madrugada as pessoas estão a dormir e ao fim de semana estão a divertir-se e há menos compras, do que durante a semana.

Não é uma regra em todas as companhias aéreas, mas não custa nada espreitar as tarifas um dia destes às 06h30.

9. Não acompanhar as oscilações de preços

Como vamos saber se o voo está mais barato, se não pesquisarmos os preços ao longo dos meses? Há sites que emitem um alerta quando o preço desce.

10. Comprar horas depois

Se o preço vos agrada, o melhor é comprar. Os sites memorizam as pesquisas e, horas mais tarde, o mais certo é o preço ter subido. Se ainda não têm a certeza das datas e só andam a pesquisar, é vantajoso criar alertas de preço.

Para quem tem bebés pequenos a antecipação é essencial, principalmente, se querem reservar um lugar com baby bassinet, pois são muito limitados.

Sigam as nossas aventuras mais recentes no Instagram

Artigo originalmente publicado no blogue Onde andam os Duarte?

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.