A adoção do Protocolo de Limpeza Avançada está a ser massiva por todo o mundo e Portugal tem estado entre os países com maior volume de implementação. Em todo o mundo, mais de 1 milhão de alojamentos Airbnb já receberam o selo especial "Limpeza Avançada", que demonstra que o anfitrião cumpre os requisitos de limpeza e saneamento, e está empenhado em seguir os passos estabelecidos pelo protocolo.

Neste momento, os anfitriões em mais de 220 países e regiões têm acesso ao Protocolo de Limpeza Avançada da Airbnb avaliado por especialistas, disponível em 61 idiomas e que inclui um manual de limpeza assim como outros recursos. Além disso, a Airbnb publicou uma série de diretrizes para a saúde e segurança de toda a comunidade.

Graças ao compromisso dos anfitriões em garantir a limpeza dos seus alojamentos, estes são os dez países com o maior número de alojamentos com o selo "Limpeza Avançada", em relação ao número total de anúncios na plataforma :

1. EUA

2. Reino Unido

3. Espanha

4. Barbados

5. México

6. Japão

7. Portugal

8. Grécia

9. Coreia do Sul

10. Canadá

O trabalho atual da Airbnb baseia-se no sólido historial de limpeza dos alojamentos na plataforma. De acordo com os dados internos da Airbnb, 95% de todas as avaliações mostram que os hóspedes estão satisfeitos com o nível de limpeza no seu alojamento, classificando-o entre 4 e 5 estrelas . Desde que o programa foi lançado, os alojamentos com a etiqueta "Limpeza Avançada" ganharam uma classificação média de limpeza de 4,8 estrelas, de acordo com os hóspedes .

"Limpeza e segurança são as coisas mais importantes para os anfitriões e hóspedes na plataforma Airbnb. Nas últimas semanas, os anfitriões adotaram as nossas novas e rigorosas diretrizes, e milhares adotam todos os dias o Protocolo de Limpeza Avançada. Este esforço mostra como os anfitriões são dedicados aos mais altos padrões e empenhados em manter os seus hóspedes e comunidades em segurança", diz Catherine Powell, diretora de Alojamentos da Airbnb.

Além de aderir ao Protocolo de Limpeza Avançada da Airbnb, os anfitriões devem cumprir as recomendações dos governos ou autoridades sanitárias da sua região. A Airbnb também continua empenhada em trabalhar com os governos locais, peritos médicos e outras autoridades para ajudar a garantir que são tomadas as precauções adequadas e a informar sobre a reabertura de comunidades e destinos turísticos.

Fonte: Airbnb

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.