Similares aos Bed&Breakfast, as casas particulares são alojamentos onde as famílias cubanas recebem os viajantes. Uma oportunidade destes conhecerem, viverem e socializarem com os locais. Uma confraternização que parece ser uma situação ganhadora para ambas as partes: por um lado, é uma forma dos cubanos ganharem um dinheiro extra e, por outro, os turistas ficam com uma ideia de como é viver na ilha.

As casas particulares têm algumas vantagens, mas não são para todo o tipo de pessoas. Os viajantes que valorizam experiências únicas e gostam de interagir com os locais vão apreciar ficar numa casa de família. Mas para os que dão valor ao conforto e às facilidades de um hotel, esta não é a melhor opção. A cama pode não ser tão confortável ou a água do duche não estar à temperatura desejada, e há fortes probabilidades da casa de banho ser partilhada. No entanto, estas casas particulares são geralmente geridas por pessoas com uma situação económica mais elevada do que a maioria dos cubanos.

Os anfitriões das casas particulares podem dar dicas de passeios turísticos e atividades para fazer na zona. Valorizam bastante a sua casa. Por isso é de esperar que o viajante respeite os costumes e formas de estar dos anfitriões.

Atenção que a maior parte não sabe falar inglês. Por isso, aconselha-se que aprenda um pouco de espanhol, o básico, para que possa comunicar com os seus anfitriões.

O pequeno-almoço é oferecido a um preço simbólico (cerca de 5 dólares) e inclui: ovos, fruta tropical, pão, manteiga, sumos e salada. Algumas poderão também fornecer jantar, mas convém confirmar no ato da reserva.

COMO RESERVAR
Uma das hipóteses é através do Airbnb, que opera agora em Cuba.

Também poderá reservar quando chegar à ilha, pois muitas casas particulares não estão listadas na internet. Em Havana, por exemplo, existe muita oferta.  As casas particulares estão geralmente assinaladas à porta, com dois triângulos azuis sob um fundo branco.

Para mais informações consulte o site www.casaparticular.com.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.