Leiria é capital de distrito e localiza-se no centro litoral do país. É uma cidade bonita, muito familiar, dinâmica e com vários pontos imperdíveis. Situa-se perto de locais emblemáticos como o Mosteiro de Alcobaça, o Mosteiro da Batalha, Fátima e Nazaré. Assumindo uma posição central, é o local ideal para funcionar como ponto de partida para visitar vários locais em seu redor. No entanto, há muito para visitar na cidade de Leiria. Vamos a isso? O que visitar em Leiria?

Castelo de Leiria

O imponente Castelo de Leiria, graças à sua localização estratégica, domina por completo a cidade. Localizado numa colina repleta de árvores, é de visita obrigatória se passa por esta cidade.

Castelo de Leiria
Castelo de Leiria créditos: Viver o Mundo

Este castelo medieval foi edificado pelo rei D. Afonso Henriques (século XII), para defender a fronteira sul do seu reino, já que Santarém e Lisboa estavam ainda sob o domínio árabe, e apresenta um estilo românico/gótico. Ao longo dos séculos o castelo foi perdendo o valor militar e durante as invasões francesas foi bastante danificado. Em finais do século XIX, por iniciativa dos Amigos do Castelo, foram iniciadas obras de restauro e no início do século XX, foi classificado como Monumento Nacional.

Passando pela porta ladeada de duas imponentes torres, chegará a um pátio muito florido e refrescante. Subindo as escadas, vai chegar ao coração do castelo. Dentro das muralhas é possível visitar o Palácio Real quatrocentista, o Núcleo Museológico da Torre de Menagem (com exposição no interior), a Igreja de Santa Maria da Pena, espaço da antiga Colegiada e celeiros medievais.

Uma das minhas parte favoritas do Castelo de Leiria é o Palácio Real, a partir da qual se contemplam vistas deslumbrantes sobre a cidade, através de oito arcos góticos apoiados sobre colunas.

Sé Catedral de Leiria

Numa das ruas abaixo do Castelo de Leiria, localiza-se a Sé Catedral. A sua construção iniciou-se em 1546, segundo um projecto do arquitecto Afonso Álvares, que optou pelo estilo maneirista para o exterior, conservando um interior harmonioso com três naves da mesma altura.

No interior, destaca-se a capela-mor do séc. XVII, da autoria de Baltasar Álvares e Frei João Turriano. O retábulo enquadra pinturas de Simão Rodrigues, com episódios da vida da Virgem Maria. Destacam-se ainda dois órgãos de grandes dimensões em estilo barroco.

Sé Catedral de Leiria
Sé Catedral de Leiria créditos: Viver o Mundo

A torre sineira, construída na zona das Portas do Sol (ou Sul) da vila muralhada, encontra-se individualizada da Sé.

Passeio à beira do Rio Lis

Nascido nas Fontes, na freguesia das Cortes, o rio Lis assume um papel principal na identidade leiriense. Tem cerca de 40 quilómetros de extensão e desagua na praia da Vieira.

Rio Lis
Rio Lis créditos: Viver o Mundo

As margens do rio são um local privilegiado para a prática de desporto, namorar ou simplesmente relaxar.

Praça Rodrigues Lobo

Situada no coração de Leiria, a Praça Rodrigues Lobo é a principal praça da cidade e assume-se como a sua sala de visitas. É um espaço de lazer e convívio, contando com muitas lojas, bares e restaurantes. A calçada à portuguesa, a realização de iniciativas culturais e de lazer, e a vista para o castelo de Leiria são alguns dos atractivos do espaço.

Praça Rodrigues Lobo
Praça Rodrigues Lobo créditos: Viver o Mundo

Santuário de Nossa Senhora da Encarnação

O Santuário de Nossa Senhora da Encarnação é mais um local imperdível em Leiria. Localizado no topo do Monte de São Gabriel oferece uma vista esplêndida da cidade. O acesso é feito por uma grande escadaria como forma de peregrinação, mas também é acessível de carro.

Santuário de Nossa Senhora da Encarnação
Santuário de Nossa Senhora da Encarnação créditos: Viver o Mundo

É um santuário pequeno, com uma galilé de sete arcos de volta perfeita e no frontão está uma estátua do arcanjo São Gabriel. A igreja é revestida por painéis de azulejo do século XVII, contando com pinturas alusivas à vida da Nossa Senhora.

Igreja e Convento de Santo Agostinho

O conjunto arquitectónico do Convento de Santo Agostinho, situado na margem esquerda do Rio Lis, a escassos metros do Santuário de Nossa Senhora da Encarnação, é composto por igreja, convento, claustro e pelo edifício do antigo Seminário.

A sua fundação data de 1579 por iniciativa do bispo D. Frei Gaspar do Casal, a quem o rei D. Sebastião autorizou a construção. As obras terminaram apenas no séc. XVII com alterações efectuadas no séc. XVIII. Já o Seminário foi criado em 1671 pelo bispo D. Pedro Vieira da Silva.

Igreja e Convento de Santo Agostinho
Igreja e Convento de Santo Agostinho créditos: Viver o Mundo

Aqui viveu em exílio o Bispo do Maranhão (Brasil) durante muito tempo, na sequência das perseguições que os Jesuítas sofreram devido à política anti-religiosa do Marquês de Pombal, interessado em diminuir a sua influência e poder.

Museu de Leiria

Alojado no antigo Convento de Santo Agostinho, o Museu de Leiria conta a história da cidade de uma forma muito surpreendente!

O Museu de Leiria organiza-se em dois espaços distintos. No primeiro apresenta-se uma exposição de longa duração que conta a história do território e os acontecimentos e mitos, que definem uma identidade central do País. No segundo espaço, são apresentadas exposições temporárias que permitem aprofundar temáticas e colecções específicas.

O museu está aberto de Segunda-feira a Domingo, das 9h30 às 17h30. É um local a não perder.

Museu de Leiria
Museu de Leiria créditos: Viver o Mundo

 Museu da Imagem em Movimento

O Museu de Imagem em Movimento é um espaço de diálogo entre Arte, Ciência e Técnica, que desenvolve exposições, promove regularmente actividades lúdicas e criativas sobre temas como o cinema e a fotografia.

As suas colecções dão-nos a conhecer a evolução da Cinematografia, conduzindo os visitantes numa magnífica viagem pelos limites da imaginação, ilusão e realidade.

Em 2011, foi premiado pela Associação Nacional de Museologia com uma menção honrosa na categoria de Melhor Museu Português. Pode visitar o museu de Segunda-feira a Domingo, das 09h30 às 17h00. A entrada tem um custo de 2,10€.

Centro histórico de Leiria

Deambular pelas suas ruelas históricas já por si só é um excelente programa. Mas há muitas curiosidades em torno de Leiria e uma delas é o nome da Rua Direita, que de direita não tem nada. Trata-se de uma rua sinuosa que possui várias lojas de roupa alternativa e vintage, antigas chapelarias, restaurantes óptimos, murais de arte urbana e ainda um café gourmet dedicado a um escritor de referência: Eça de Queiroz.

Lagoa da Ervedeira

Situada na freguesia de Coimbrão, no extremo norte do concelho de Leiria, localiza-se a Lagoa da Ervedeira. Com cerca de 600 metros de extensão é o local perfeito para relaxar e estar em contacto com a natureza.

A Lagoa da Ervedeira é ideal para passeios, piqueniques (equipada com parque de merendas e parque infantil), pesca, desporto e caminhadas em torno de toda a zona circundante da lagoa. Em poucas palavras: é um local que transmite uma paz única!

Lagoa de Pataias
Lagoa de Pataias créditos: Viver o Mundo

A Lagoa de Pataias, na imagem, é outro refúgio de natureza que pode encontrar perto de Leiria, mais precisamente em Alcobaça.

Sigam as nossas aventuras mais recentes no Instagram

Artigo originalmente publicado no blogue Viver o Mundo

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.