A pensar nos que ficam na cidade, a Bolt, plataforma de mobilidade europeia, sugere cinco locais menos populares e repletos de histórias para contar, para visitar de trotinete, de uma forma divertida e sustentável.

1. Jardim da Biblioteca Municipal Palácio Galveias – junto a um dos locais mais icónicos da cidade, o Campo Pequeno, e muito perto da ciclovia que percorre toda a Avenida da República, este é considerado um dos mais bonitos palácios nobres de Lisboa. Com um generoso e soalheiro jardim, este é o local ideal para passear no final de tarde, descansar e ler um livro na esplanada.

2. Jardim das Amoreiras – ou Jardim Marcelino de Mesquita, é um dos jardins mais antigos de Lisboa. Perfeito para um passeio sobre rodas, bem como para fazer um piquenique e apreciar a paisagem incrível de toda a envolvência natural, em pleno coração da cidade.

3. Livraria da Escadinha – de trotinete parada à beira das Escadinhas de São Cristóvão é possível conhecer a livraria mais pequena de Lisboa que reúne, em menos de 4 metros quadrados, algumas das maiores preciosidades literárias, num conjunto de mais de quatro mil livros de diferentes idiomas e culturas.

4. Miradouro do Monte Agudo – com uma vista magnífica sobre a cidade, este local, situado entre a Graça e os Anjos, é um dos segredos mais bem guardados da cidade. Entrando pela rua Heliodoro Salgado, é possível subir até ao topo de trotinete e admirar os vários pontos da cidade, podendo ainda tomar uma bebida refrescante no quiosque.

5. Largo do Intendente – com fachadas repletas de azulejos e vários restaurantes e lojas tipicamente portuguesas, este largo, recentemente renovado, é uma das praças que melhor expressa a vida de uma Lisboa tradicional, mas renovada. Subindo a Avenida Almirante Reis, depois de uma volta de trotinete pela baixa, este é um espaço que convida a desfrutar de um momento de lazer, repleto de elementos que contam a história do país.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.