Como/quando começou com o “bichinho” das viagens?

Acho que já nasci com o “bichinho”. Gosto de viajar desde sempre. A primeira vez que viajei de avião tinha pouco mais de um ano e, segundo a minha mãe, fui sossegada durante quase toda a viagem e sorria cada vez que espreitava pela janela.

Depois da faculdade esta paixão virou um vicio e comecei a viajar compulsivamente. Nessa altura todas as desculpas eram boas para ir e quase todo o dinheiro que ganhava era gasto assim. Tinha pressa de ver o mundo. Hoje estou mais calma e aprecio melhor cada viagem. Percebi que se não conseguir ver tudo na primeira vez que visito um país, isso não faz mal porque posso sempre lá voltar, e a verdade é que volto, muitas e muitas vezes.

Além de viajar, gosta muito de…

Ler, de ir ao teatro, ver cinema, ouvir música, brincar com os meus gatos, ver o mar, fazer caminhadas. Gosto de arquitetura, pintura, fotografia, arte urbana, artes no geral… e de comer. Qualquer pessoa que já tenha passado pelo meu blog percebe isso pela quantidade de receitas que eu partilho. Acho que provar diferentes pratos, sabores e temperos é uma das melhores experiências que podemos ter em viagem.

Quantos países já visitou?

Estive a ver para responder a esta pergunta e a contagem vai em 85!

Viagens mais marcantes e porquê?

O Japão é um lugar que mexe comigo e todas as viagens que fiz a este país marcaram-me imenso. Identifico-me muito com a cultura e gosto da maneira perfeita como os japoneses conjugam o passado com a modernidade.

A Patagónia Chilena também me tocou, assim como El Nido, nas Filipinas. São dois dos lugares mais bonitos que vi na vida, não tinha vontade de me vir embora.

A minha primeira viagem a Goa, por causa da minha ligação familiar, foi igualmente marcante e não posso deixar de mencionar Itália. Não é preciso viajar para longe para fazer uma viagem marcante. Itália é um país a que volto sempre que posso e marca-me sempre. As razões (óbvias) são a comida e a arte.

Destino que quer regressar e porquê?

Para mim todos os destinos são bons para regressar. Nunca consegues ver tudo numa única viagem. Há sempre uma região, uma aldeia, uma montanha, uma nova atração, que podes descobrir e explorar, incluindo em Portugal.

Próximos destinos e expectativas

Não planeio com muita antecedência as minhas viagens. Decido onde ir um pouco em cima da hora e quando encontro um voo/hotel a bom preço, por isso também não tenho tempo de criar grandes expectativas. Tanto posso escolher um país na Europa, como fazer só uma escapadinha em Portugal, como embarcar numa viagem para a América Latina.

Dica de viagem mais valiosa que pode dar

Em viagem, como na vida, é importante não ter preconceitos e aceitar a diferença, por isso a melhor dica que possa dar é manter sempre a mente aberta. Só assim podemos aprender coisas novas, compreender culturas diferentes e experimentar novos sabores. Se o mundo fosse todo igual, não valia a pena sair de casa.

Lugar preferido em Portugal

Adoro Portugal. Vivemos num país incrível, cheio de belezas naturais e história. Quanto mais viajo, mais certeza tenho disso. É difícil para mim escolher um lugar preferido, mas sou completamente apaixonada por Lisboa e pela vila de Sintra, por isso se calhar esses são os meus lugares preferidos, mas também adoro o Alentejo, toda a região do Douro, a Serra da Estrela, as Aldeias Históricas… tantos lugares mais.

Leia os textos de Ana Barreto aqui no SAPO Viagens

Siga aqui Ana Barreto / The Travellight World

Se querem fazer parte da comunidade SAPO Viagens no Instagram, partilhem as vossas fotos com a hashtag #sapoviagens

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.