Com tudo o que se está a passar no mundo, com a pressão, o stress e a frustração que muitos sentimos, as autoridades de turismo da Islândia acreditam que todos nós beneficiaríamos de soltar um grito nas bonitas paisagens selvagens do país. Dada a pandemia de coronavírus e o facto de poucos terem possibilidade de viajar para a Islândia, agora é possível gravar um grito ou um lamento no site do projeto Looks like you need to let it out e fazê-lo chegar à Islândia.

Em seguida, é possível selecionar em quais locais remotos da ilha o grito será reproduzido por um alto-falante gigante. Do pico de Festarfjall, na península de Reykjanes, às praias tranquilas de Djúpivogur, no leste da Islândia, há sete lugares incríveis de onde o grito será transmitido ao vivo. Todos as opções são locais remotos, por isso não se preocupe, não irá incomodar os habitantes.

Pode parecer absurdo, mas esta iniciativa tem por base um ramo da psicologia. Libertar as frustrações ou ansiedade através dos gritos pode oferecer uma sensação de alívio e libertação. "Usar um grito como forma de libertar emoções reprimidas permite que as pessoas se reconectem consigo mesmas, ouçam a sua própria voz e recuperem o poder que está dentro de si", disse a psicoterapeuta e especialista em saúde mental Zoe Aston em comunicado.

A iniciativa foi criada principalmente para promover o turismo na Islândia e as suas paisagens naturais deslumbrantes e o site adverte que, caso esteja a passar por um problema de saúde mental, deverá procurar ajuda profissional.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.