Para aqui chegar temos de apanhar um voo até Santiago do Chile e outro de Santiago para Puerto Montt. Depois de Puerto Montt para Puerto Varas são cerca de 20 km que podemos fazer de táxi ou de autocarro.

Puerto Varas é uma antiga colónia alemã que por estar sempre florida e ter muitas roseiras a embelezar as suas ruas é conhecida pelos chilenos como "a cidade das rosas".

Não há visitante que não fique impressionado com as paisagens maravilhosas proporcionadas pelo grande lago e pelos vulcões Osorno e Calbuco.

O cenário em volta de Puerto Varas é realmente imponente!

Puerto Varas
créditos: The Travellight World

As casinhas construídas em estilo colonial lembram a Alemanha rural e acrescentam ainda mais charme à cidade. Apesar de pequena, Puerto Varas é bastante turística e tem muito para oferecer. Há trilhas, quedas de água, vulcões e lagos para explorar. Podemos fazer ski ou rafting ou ainda visitar os edifícios históricos da cidade.

Uma caminhada pela calçada da Avenida Costanera é uma boa forma de começar a conhecer o local. O cais, localizado próximo da Plaza de Armas, tem uma vista incrível para o lago e para os vulcões. É extraordinariamente calmo e silencioso. Dá gosto parar ali e apreciar a natureza em toda a sua glória.

O Circuito Patrimonial da cidade percorre as construções centenárias de arquitetura colonial alemã e é um registo importante da fundação e da história deste lugar. A Casa Kuschel é a mais bem preservada. Ela funciona atualmente como uma loja de artigos típicos da região, mas ainda assim merece uma visita.

Puerto Varas
créditos: The Travellight World

A construção mais conhecida de Puerto Varas é a Igreja do Sagrado Coração de Jesus. Foi erguida entre 1915 e 1918 e foi projetada para se parecer com a Igreja Marienkirche, que fica na Floresta Negra, na Alemanha.

Este santuário é facilmente reconhecível pelas suas torres vermelhas que podem ser avistadas a partir de vários pontos da cidade.

Próximo da igreja fica a Gruta Lurdes. Uma pequena caverna com uma imagem da Virgem.

Outra atração da cidade é o Museu Pablo Fierro, um dos lugares mais interessantes de Puerto Varas. Abriga as obras de arte de Pablo Fierro e artefactos históricos da região. A entrada é gratuita e a coleção conta a história de como os alemães se integraram na cultura Chilote.

Puerto Varas
créditos: The Travellight World

O Cerro Monte Calvario, o Mirador la Puntilla, a bonita escultura da princesa Licarayén e o Cerro Philippi, onde podemos subir para ter vistas panorâmicas da região também merecem destaque.

Tradições alemãs e gastronomia

As ruas principais do centro de Puerto Varas são as ruas de São Francisco, Del Salvador e Walker Martínez. Aqui e nas suas transversais encontramos os mercados, cafés, restaurantes e lojas mais importantes da cidade.

Passeando pelo centro fica claro para o visitante que os imigrantes alemães que se instalaram no sul do Chile durante o século XIX trouxeram do seu país de origem muitas tradições que ainda hoje são apreciadas por estas paragens.

Além da beleza arquitetónica, encontramos traços da cultura germânica bem enraizados, por exemplo, na gastronomia. O Cafe Haussmann, na rua São Francisco, é um restaurante local que serve pratos que são bons exemplos desta fusão.

Outra especialidade da região é o caranguejo, uma espécie gigante que habita as profundezas das águas geladas do oceano Pacífico. O restaurante Casavaldés é um bom lugar para provar tanto esta especialidade como outra que podemos considerar o maior destaque gastronómico de Puerto Varas: o salmão.

Pescado por toda a região, este peixe é preparado de mil maneiras diferentes: assado, cozido, na brasa, marinado, com molho branco, molho agridoce, com batata, com espargos, etc.

Frutillar Bajo
Frutillar Bajo créditos: The Travellight World

Em redor de Puerto Varas podemos visitar os Saltos de Petrohué, o vulcão Osorno e Frutillar.

Frutillar é uma cidade da Região dos Lagos Chilenos fundada em 1856, também por imigrantes alemães, que conta hoje com menos de 20.000 habitantes. É um lugar pacato, com casas de estilo alemão construídas em redor da baía que forma o lago Llanquihue.

Frutillar Bajo, a área da cidade que fica em frente ao lago, é particularmente bonita e tem pontos de interesse como o Teatro do Lago, que tem uma programação interessante, principalmente no verão.

É também possível combinar Bariloche, na Argentina, e Puerto Varas na mesma viagem. Uma das formas mais comuns e rápidas de visitar os dois destinos é fazer o chamado Cruce Andino (Cruzeiro Andino), mas isso vai ficar para outro artigo.

Sigam as minhas aventuras mais recentes no Instagram e no Facebook

Artigo originalmente publicado no blogue The Travellight World

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.