Copenhaga foi a nossa casa durante cinco anos. Como tal não é de estranhar que tenhamos explorado todos os recantos da cidade da Pequena Sereia. Mas não nos cingimos a isso. Aguçados pela curiosidade lançamo-nos à descoberta da ilha da Zelândia.

Roskilde

Roskilde
Roskilde créditos: VagaMundos

A pouco mais de 30 km a oeste de Copenhaga fica localizada uma das mais antigas cidades da Europa. Estamos a falar-vos de Roskilde, fundada no século X pelos Vikings e atualmente a localidade dinamarquesa onde a herança viking está mais presente. Para além do Museu Viking, que acolhe cinco barcos vikings com cerca de um milénio de existência, não deixem também de visitar a mais antiga catedral da Dinamarca, fundada por Absalon no já longínquo século XII.

Helsingør

Helsingør
Helsingør créditos: VagaMundos

Localizada no estreito de Øresund, que liga o Mar Báltico ao Mar do Norte, Helsingør é mais uma cidade de visita “obrigatória”. Mais que não seja devido ao seu grande “highlight”, o castelo de Kronborg, que está incluído na lista de Património Mundial da UNESCO e que é mundialmente famoso por ser o castelo de Hamlet. Para fazer os 45 km que separam Copenhaga de Helsingør, basta apanhar o comboio suburbano.

Hillerød

A pequena e simpática cidade de Hillerød (na foto de destaque do artigo) fica a somente 38 km de Copenhaga e “guarda” o seu mais belo e mágico castelo. Falamos-vos do Frederiksborg Slot, um castelo que parece ser retirado de um conto de fadas de Hans Christian Andersen. Os seus jardins são igualmente deslumbrantes e pedem uma visita demorada.

Jægersborg Deer Park

Jægersborg Deer Park
Jægersborg Deer Park créditos: VagaMundos

Se são amantes da natureza têm de colocar o Jægersborg Deer Park no vosso roteiro de Copenhaga. Este parque florestal, fundado em 1669 como terreno de caça real, é atravessado por vários trilhos e ciclovias e ainda hoje alberga cerca de dois mil veados de três raças distintas. É também possível fazer agradáveis e românticos passeios de charrete e visitar o “velhinho” parque de diversões Bakken (fundado em 1583). A entrada é gratuita e é sem dúvida um excelente destino para quem viaje com crianças.

Køge

Køge
Køge créditos: VagaMundos

Esta cidade dinamarquesa, situada na costa leste da ilha da Zelândia, é uma das cidades medievais mais bem preservadas da Dinamarca. E o bom é que fica a somente 50 km de Copenhaga. O largo do mercado, que há séculos recebe fielmente os vendedores e as suas bancas, é o centro nevrálgico desta pacata cidade. Curiosamente, Køge tem a Câmara Municipal dinamarquesa com mais tempo de serviço ao público. Uma visita a Køge não fica completa sem percorrer a Kirkestræde, a rua mais castiça da cidade. Toda ela ladeada de velhas casas em vigamento de madeira, com os seus característicos portões que abrem para pátios encantadores. Garantimos que se vai apaixonar!

Stevns Klint

Stevns Klint
Stevns Klint créditos: VagaMundos

Os penhascos da península calcária de Stevns Klint ficam situados no Sul da Zelândia, e distam pouco mais de 70 km da capital dinamarquesa. O único senão é que os transportes públicos são muito escassos para estas bandas rurais. Por isso, alugar um carro será mesmo a melhor opção para se visitar estes impressionantes penhascos calcários que percorrem 15 km de costa. O melhor miradouro para admirar os brancos rochedos situa-se mesmo ao lado da velhinha igreja de Højerup (do século XIII), que foi construída mesmo à beira dos rochedos. E para terminar o dia em beleza nada como dar um saltinho até ao pequeno e sereno porto piscatório de Rødvig, e aproveitar para comer um peixinho fresquinho.

Se está a planear uma viagem à capital da Dinamarca não deixe de ler o nosso Guia de Viagem de Copenhaga, com sugestão de roteiro e muitas dicas práticas.

Não deixem também de acompanhar as nossas aventuras no Facebook e Instagram.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.