Muitos são, porém, os segredos que este destino, que faz fronteira com a China e Camboja, deixa por contar. A The Wanderlust, agência de viagens de mochila às costas, que explora este destino na viagem “Vietname, a terra dos “Nón Lá”, desvenda alguns deles.

1. É no Vietname que se localiza a cidade mais antiga do Sudeste Asiático

Hanói
O Lago Hoan Kiem é o coração da cidade créditos: Miriam Augusto

Hanói é a segunda maior cidade do Vietname, a seguir a Ho Chi Minh City. Contudo, nada lhe fica a dever, no que a história diz respeito. Fundada 454 anos a.C., e habitada, pelo menos, 3000 anos a.C., esta é a cidade mais antiga de todo o Sudeste Asiático tendo, atualmente, 1565 anos. Entre os anos de 1010 e 1802, serviu como centro político crucial do país, tornando-se na sua capital a 6 de janeiro de 1946.

2. O paraíso do café... com ovo

Sendo o segundo maior produtor de café do mundo, o primeiro é o Brasil, a cultura do café no Vietname está bastante enraizada.

Café com ovo
O café com ovo surgiu nos anos 40 na cidade de Hanói créditos: Miriam Augusto

O seu modo de preparação tradicional inclui o uso de um filtro metálico perfurado, o phin, que se coloca no topo de um copo ou chávena, num processo de filtragem que pode demorar até 15 minutos. A base, forte, de sabor agridoce e textura exuberante, é usada para preparar uma das cerca de seis variedades de café existentes no país, baseadas nas suas características e ingredientes. Uma das variedades que, por norma, causa mais espanto nos viajantes é o café com ovo, preparado à base de café, leite condensado e... ovo. Uma delícia, que merece ser provada.

3. Maiores dunas de areia do Sudeste Asiático

Dunas de areia
As Dunas de Areia Branca encontram-se a uma hora de carro do centro de Mui Ne créditos: Miriam Augusto

Mui Ne não é apenas a capital da adrenalina do Vietname, mas também o local onde podemos encontrar as maiores dunas de areia do Sudeste Asiático. Os seus cenários são facilmente confundíveis com os do Deserto Saara, dada a sua vasta extensão de terra estéril, com belos padrões gravados na areia em constante mudança pelo vento. Para observar este fenómeno geológico, aconselham-se dois locais distintos: as Dunas de Areia Vermelha (Red Sand Dunes) e as Dunas de Areia Branca (White Sand Dunes).

4. Grande parte dos vietnamitas chamam-se Nguyen

Vietnamitas
O nome chinês Ruan está na origem do nome vietnameita Nguyen créditos: Miriam Augusto

Quem conhece um vietnamita, certamente conhece um Nguyen! Este é o nome de família mais popular no Vietname, usado por cerca de 40% da população. A sua origem não é bem conhecida, contudo suspeita-se que começou durante o controlo chinês, época em que os súbditos adquiriam o nome do seu governador como forma de mostrar a sua lealdade. A última dinastia no país foi precisamente a Nguyen, que governou de 1802 a 1945.

5. Possui umas das novas 7 maravilhas da natureza

Halong Bay
Halong Bay é um cenário digno de ser apreciado num cruzeiro ao longo das suas ilhas e ilhotas créditos: Miriam Augusto

A cerca de 165 Km da capital Hanói, no nordeste do país, encontramos o cartão postal do Vietname, Halong Bay, Património da UNESCO desde 1994. Às suas cerca de 1600 ilhas e ilhotas, que formam uma espetacular paisagem marítima de afloramentos calcários, junta-se o seu grande interesse biológico, que recentemente lhe valeu o prémio de uma das 7 Novas Maravilhas da Natureza do Mundo.

Fonte: The Wanderlust

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.