Todos na Costa Rica conhecem Sarchí e sabem que este é o melhor local para comprar artesanato em madeira, desde pequenos artefactos até a grandes móveis como camas ou cómodas.  Um simples passeio pela pequena cidade permite descobrir que existem muitas lojas e oficinas, a maioria na propriedade das mesmas famílias há gerações, que vendem estes produtos artesanais.

Foi no final de 1800 que grandes móveis começaram a ser fabricados em Sarchí e foi também por essa altura que artesãos nativos da região criaram uma forma particular de trabalhar a madeira e deram origem a um estilo próprio — o estilo “Sarchí”. Ao especializarem-se, essas oficinas familiares, começaram a produzir mais do que apenas móveis e hoje podemos encontrar todo tipo de artefactos em madeira, tanto ornamentais como funcionais.

Mas em Sarchí, os trabalhos em madeira não começaram pela construção de móveis e artesanato, mas sim por carros de boi — “las carretas” — que foram o meio de transporte mais importante na Costa Rica por muitas décadas e a única forma de transportar o precioso café entre as fazendas e o porto de exportação. Os carros de bois de Sarchí são muito especiais e únicos, não só pela técnica de construção utilizada, mas principalmente porque são decorados com belas pinturas. E é por causa de um carro de boi em particular que esta cidade tem a sua própria página no livro Guinness World Records.

Está no parque central, ao lado da igreja da cidade, mede 15 metros de comprimento e pesa quase duas toneladas. É uma vista e tanto e homenageia um dos principais símbolos nacionais da Costa Rica, declarado, em 2005 , Património Imaterial da Humanidade, pela UNESCO.

Para os costa-riquenhos, o carro de bois significa trabalho, sacrifício, paciência, paz, humildade e perseverança. É tão importante que no dia 22 de março de cada ano é celebrado em todo o país o Dia de la Carreta.

Embora os motivos ornamentais apresentem semelhanças óbvias, pode-se afirmar que não há dois carros de boi exatamente iguais. Há sempre uma variação nos detalhes e na disposição dos desenhos — a própria dignidade do artista assim o exige.

A Oficina de Eloy Alfaro (“Don Lolo”) é uma das oficinas de carros de boi mais antigas da cidade e uma das poucas oficinas da Costa Rica que usa uma roda hidráulica. O edifício foi declarado Património Arquitetónico Nacional e Património Industrial Nacional e pode ser visitado em Sarchí.

No tranquilo centro da cidade, há também muitos trabalhos em madeira que podemos admirar e uma igreja típica da região que é muito simples, mas bonita. Tem uma fachada colorida e detalhes interessantes.

Para mais inspiração e ideias para férias, escapadinhas e passeios, sigam-me  no Instagram.

Artigo originalmente publicado no blogue The Travellight World

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.