A NAV, empresa que gere o espaço e tráfego aéreo em Portugal, registou 345,3 mil voos nos aeroportos em 2020, traduzindo-se numa quebra de 58% face ao ano anterior. Este redução "representa o pior registo desde 1998, ano em que o controlo de tráfego aéreo geriu 357 mil voos nas regiões de informação de voo sob a responsabilidade da NAV Portugal".

A pandemia de COVID-19 e as limitações impostas para tentar travá-la foram as responsáveis por este registo histórico - até porque há 20 anos viajar não era tão acessível como é hoje.

Esta quebra significativa nos aeroportos não é exclusiva de Portugal. Mesmo assim, lá fora, ainda houve quem conseguisse arruinar as poucas oportunidades que tiveram para viajar em 2020.

Desde evitar a quarentena até embarcar conscientemente com a doença, veja, na fotogaleria abaixo, alguns os viajantes mais mal comportados de 2020.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.