Foto: Tiago Scharfy / https://tiagoscharfy.com

Das 21 ilhas, apenas Fernando de Noronha - a maior - é habitada. A ilha não tem maternidades e as grávidas são obrigadas a viajar centenas de quilómetros até o continente para dar à luz.  No entanto, em maio de 2018, uma residente da ilha, de 22 anos, foi a primeira a dar à luz em Fernando de Noronha em 12 anos. A nova mãe não sabia que estava grávida e o parto foi uma surpresa para ela e para todos.

Dadas as circunstâncias, os moradores da ilha uniram-se para ajudar a nova mãe doando roupas para o bebé. Mas a lei mantém-se e o parto continua proibido.

Uma das razões para a existência dessa lei é que não há instalações médicas na ilha, o que significa que as mulheres em trabalho de parto correm o risco de complicações que não podem ser tratadas adequadamente no local. Outra razão é que Fernando de Noronha regula estritamente a população da ilha para conservar o meio ambiente.

Percorra a galeria e deixe-se encantar por Fernando de Noronha.

Fernando de Noronha tem uma das melhores praias do mundo e é uma reserva de vida selvagem, lar de aves raras, tartarugas, baleias, tubarões e golfinhos. A UNESCO declarou que é um Património Natural da Humanidade e um Monumento Natural devido à diversidade de diferentes espécies marinhas, incluindo a maior população mundial de golfinhos-rotadores.

Para garantir que essas espécies únicas de vida marinha e terrestre permaneçam protegidas e o seu ecossistema equilibrado, Fernando de Noronha aplica regras estritas para manter o arquipélago como um dos poucos lugares na Terra que é verdadeiramente selvagem e intocado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.