A figura em dourado, azul e vermelho foi descoberta no que os especialistas consideram ser uma taberna frequentada por gladiadores, que lutavam entre si, com prisioneiros e com animais selvagens para o entretenimento do público.

Um lutador que usa um capacete de aba larga e pluma, segura no alto o seu grande escudo retangular na mão esquerda, enquanto empunha a espada curta na direita.

No chão ao lado dele, encontra-se o escudo do derrotado, que sofreu ferimentos profundos e está ensanguentado.

Pompeia: fresco de um gladiador é o mais recente achado da cidade destruída pelo Vesúvio
créditos: AFP
Pompeia: fresco de um gladiador é o mais recente achado da cidade destruída pelo Vesúvio
créditos: AFP

"O que é particularmente interessante é a representação extremamente realista das feridas, como as no pulso e no peito do gladiador vencido, das quais escorre sangue", disse Massimo Osanna, diretor do parque arqueológico de Pompeia.

O fresco - que mede 1,12 metro por 1,5 metro - foi encontrado durante escavações em um antigo porão.

Um dos locais turísticos mais visitados da Itália, a antiga cidade romana de Pompeia foi sepultada pela erupção do Vesúvio no ano 79 da nossa era.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.