Imagem: Facebook Junta de Freguesia de Santa Maria Maior

"Pouco tempo passou entre as duas fotografias abaixo. Na primeira, Nuno Saraiva recupera um dos murais mais visitados e fotografados da cidade - "História de Lisboa" -; na segunda, um morador denuncia à Junta um novo ato de vandalismo", escreve a Junta de Freguesia de Santa Maria Maior numa publicação no Facebook, onde denuncia a situação.

O mural, localizado nas Escadinhas de Santa Helena, junto ao Largo das Portas do Sol, havia sido restaurado pelo ilustrador Nuno Saraiva e uma equipa de estudantes de artes e design. Três meses de trabalho que não duraram uma semana. Um grafiti cobriu grande parte do trabalho, denuncia a Junta de Freguesia.

O objetivo era colocar uns painéis em acrílico para proteger a obra, mas não houve tempo.

"Três meses de trabalho de uma equipa dedicada e um reforço do investimento da Junta de Freguesia na preservação da arte nas ruas são derrubados por mais um ato de vandalismo", conclui a entidade.

O mural que conta a história da cidade já havia sido alvo de vandalismo noutras ocasiões.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.