Localizada na província de Shanxi, no norte da China, a Datong Panda Power Plant é uma instalação solar gigante de 50 MW distribuída por 100 hectares. É a primeira a ser construída sob um esquema acordado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e o principal acionista da Panda Green Energy, a China Merchants New Energy.

A figura do panda foi conseguida através da combinação de dois tipos de painel solar. Alguns são feitos com células de silicone microcristalino e outros são feitos de células de película fina para dar os efeitos de preto e branco do urso panda. A central tem como objetivo promover a implementação de energias renováveis, não só nesta região, mas em todo o mundo.

A Panda Power Plant deve produzir cerca de 3,2 bilhões de quilowatts-hora de energia solar, nos próximos 25 anos. Tal produção, segundo estimativa da empresa, significa uma redução de 2,74 milhões de toneladas em emissões de carbono.

A estação, na cidade de Datong, estava prometida desde 2016. A empresa promete construir novas estações em forma de panda.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.