“Esta é uma boa surpresa para este território e para o país. Trata-se de um projeto importante em que a sustentabilidade ambiental é a primeira, a segunda e a terceira prioridade”, afirmou o secretário de Estado da Administração Local e Ordenamento do Território, Carlos Miguel.

O governante deslocou-se hoje à aldeia histórica de Castelo Novo, no concelho do Fundão, para assistir à apresentação de um projeto-piloto estabelecido entre a Renault Portugal e a Associação Aldeias Históricas de Portugal, em que são disponibilizadas viaturas 100% elétricas, para o uso dos residentes, turistas e trabalhadores locais.

Carlos Miguel sublinhou que este é o exemplo de uma parceria público-privada (PPP) “sã, boa, que se recomenda e que se deve replicar”, num período em que as “PPP caíram em desgraça”.

Realçou ainda o facto de este projeto-piloto se desenvolver num território de baixa densidade e com características muito específicas.

“Trata-se de um projeto-piloto com uma responsabilidade acrescida para o Paulo Fernandes [presidente da Câmara do Fundão]. Isto tem que funcionar bem e vai funcionar bem”, frisou.

Segundo o secretário de Estado, trata-se de “um belo desafio” que deve ser agarrado, desenvolvido e replicado.

À agência Lusa, o administrador-delegado da Renault Portugal explicou que vão ser disponibilizadas pela marca cinco viaturas 100% elétricas, sendo que a empresa assume ainda o valor dos seguros.

“Nós [Renault]disponibilizamos, durante um ano, as cinco viaturas e o valor dos seguros. É feita uma avaliação ao fim de seis meses, sendo que os carros vão estar aqui durante um ano. Essa avaliação inclui os dados de utilização das viaturas e o ‘feedback’ dos utilizadores. Depois dessa avaliação, se tudo correr bem, está a porta aberta para criar uma rede para promover uma mobilidade entre aldeias o mais sustentável possível”, explicou Ricardo Lopes.

Nesta parceria, a Câmara Municipal do Fundão assumiu a instalação das estações de carregamento elétricas para as viaturas, cujo uso é totalmente gratuito.

Já a coordenadora executiva da Aldeias Históricas, Dalila Silva, explicou ainda que as reservas para a utilização destas viaturas podem ser feitas ‘online’, numa plataforma criada para o efeito ou através do Posto de Turismo de Castelo Novo.

A responsável adiantou que este projeto faz parte da estratégia de sustentabilidade da Aldeias Históricas de Portugal.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.